Etnobotânica das Plantas Medicinais Cultivadas nos Quintais do Bairro de Algodoal em Abaetetuba/PA

Leodiane Baia Ferreira, Marcilene Oliveira Rodrigues, Jeferson Miranda Costa

DOI: http://dx.doi.org/10.5935/2446-4775.20160020

Resumo


O município de Abaetetuba, localizado na mesorregião do nordeste paraense, possui uma população que detém um rico conhecimento sobre a flora regional. Diante disso, o presente estudo apresenta um levantamento das plantas medicinais que são usadas e cultivadas nos quintais dos moradores do bairro de Algodoal em Abaetetuba-PA. Foram feitas entrevistas semiestruturadas com 44 moradores do bairro de Algodoal. As plantas listadas nas entrevistas foram coletadas e fotografadas durante turnês-guiadas, obtendo-se assim material botânico para a identificação das espécies com base na literatura especializada. Foram listadas 138 etnoespécies distribuídas em 49 famílias, onde a mais citada foi Kalanchoe pinnata (Lam.) Pers. (pirarucu) com 35 citações. Dentre as partes mais utilizadas para o preparo terapêutico destacam-se a folha (83), seguida de ramo (18) e raiz (11). Entre as indicações mais frequentes para o uso dos remédios estão as doenças do sistema digestivo e as doenças culturais, com mais de 20% de indicações cada. Desta forma, foi possível constatar o grande conhecimento sobre o uso de plantas medicinais cultivadas nos quintais urbanos de Abaetetuba.


Palavras-chave


Quintal urbano. Conhecimento popular. Cultivo de plantas medicinais.

Texto completo:

HTML PDF

Referências


ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, R. F. P.; LINS NETO, E. M. F. Seleção e escolha dos participantes da pesquisa. In: ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, R. F. P.; CUNHA, L. V. F. C. (Orgs.). Métodos e Técnicas na Pesquisa Etnobotânica, p. 23-37. COMUNIGRAF. Recife. PE. NUPPEA. 2010a.

ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, E. M. F.; ALENCAR, N. L. Métodos e técnicas para coleta de dados etnobotânicos. In: ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, R. F. P.; CUNHA, L. V. F. C. (Orgs.). Métodos e Técnicas na Pesquisa Etnobotânica, p. 41-55. COMUNIGRAF. Recife. PE. NUPPEA. 2010b.

AMARAL, C. N.; GUARIM NETO, G. Os quintais como espaços de conservação e cultivo de alimentos: um estudo na cidade de Rosário Oeste (Mato Grosso, Brasil). Boletim Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 3, n. 3, p.329-341. 2008. [Link].

AMOROZO, M. C. M.; GÉLY, A. Uso de plantas medicinais por caboclos do Baixo Amazonas. Barcarena, PA, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, série Botânica, v. 4, n. 1, p.47-131. 1988.

APG III - An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Wiley. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 161, p. 105-121. USA. 2009. [Link].

BERG, M. EVD. Plantas medicinais na Amazônia: contribuição ao seu conhecimento sistemático. 3ª ed. Museu Paraense Emílio Goeldi. Belém. 2010. ISBN: 978-85-61377-19-9.

CARNIELLO, M. A.; SILVA, R. S.; CRUZ, M. A. B.; GUARIM NETO, G. Quintais urbanos de Mirassol D’Oeste-MT, Brasil: uma abordagem etnobotânica. SciELO. Acta Amazonica, v. 40, n. 3, p. 451-470. Manaus. 2010. ISSN 0044-5967. [CrossRef]

DORIGONI. P. A.; GHEDINI, P. C.; FRÓES, L. F.; BAPTISTA, K. C.; ETHUR, A. B. M.; BALDISSEROTTO, B.; BURGUER, M. E.; ALMEIDA, C. E.; LOPES, A. M. V.; ZÁCHIA, R. A. Levantamento de dados sobre plantas medicinais de uso popular no município de São João do Polêsine. RS, Brasil: relação entre enfermidades e espécies utilizadas. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 4, n. 1, p. 69-79. Botucatu. 2001. ISSN 1983-084X. [Link]

FERREIRA, M. R. C. - Identificação e Valorização das Plantas Medicinais de uma Comunidade Pesqueira do Litoral Paraense. Tese de Doutorado apresentada no Centro de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém. 2000.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Município de Abaetetuba, PA. 2010. Disponível em: . Acesso em: 07 ago. 2012.

JARDIM, M. A. G.; ZOGHBI, M. G. B. (orgs.). A flora da RESEX Chocoaré-Mato Grosso (PA): diversidade e usos. Museu Paraense Emílio Goeldi. 144p. Belém. 2008. ISBN 8570981368; 9788570981363.

JSTOR. Plant Science. USA. [Link] . Acesso em: 24 nov. 2012.

LIMA, C. B. L.; BELLETTINI, N. M. T.; SILVA, A. S.; CHEIRUBIM, A.P.; JANANI, J. K.; VIEIRA, M. A. V.; AMADOR, T. S. O uso de plantas medicinais pela população da zona urbana de Bandeirantes, PR. Revista Brasileira de Biociências, v. 5, Supl. 1, p. 600-602. Porto Alegre. 2007.

LISTA DE ESPÉCIES DA FLORA DO BRASIL. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. [Link] . Acesso em: 22 ago.2012.

MACHADO, J. O município de Abaetetuba. Edições Alquimia. 24p. Abaetetuba/PA. 2008.

MING, L. C. Coleta de plantas medicinais. In: DI STASI, L.C. (org.). Plantas Medicinais: Arte e Ciência – Um Guia de Estudo Interdisciplinar, p. 69-86. Editora da Universidade Estadual Paulista. Série Natura Naturata. São Paulo. 1996. ISBN 8571391173; 9788571391178.

MING, L. C. Plantas Medicinais na reserva extrativista Chico Mendes (Acre): Uma Visão Etnobotânica. 1ª Ed. Editora UNESP. 164p. São Paulo. 2006. ISSN 8571397155.

MOBOT. Missouri Botanical Garden. [Link] . Acesso em: 21 ago. USA. 2012.

MONTEIRO, D; MENDONÇA, M. M. Quintais na cidade: a experiência de moradores da periferia do Rio de Janeiro. Revista Agriculturas: experiências em agroecologia, 2004, v. 1, p. 29-31. ISSN 1807-491X.

MOURA, C. L.; ANDRADE, L. H. C. Etnobotânica em quintais urbanos nordestinos: um estudo no bairro do Muribeca, Jaboatão dos Guararapes, PE. Revista Brasileira de Biociências, v. 5, Supl. 1, p. 219-221. Porto Alegre. 2007.

OLIVEIRA, G. L.; OLIVEIRA, A. F. M.; ANDRADE, L. H. C. Plantas medicinais utilizadas na comunidade urbana de Muribeca, Nordeste do Brasil. SciELO. Acta Botânica Brasílica, v.24, n. 2, p. 571-577. São Paulo. 2010. ISSN 0102-3306. [CrossRef]

SCOLES, R. Sabiduria popular y plantas medicinales: el ejemplo de la comunidad negra de Itacoã, Acará, PA. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais, v. 1, n. 2, p. 79-102, Acará, 2006. [Link]

SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE INDICADORES SOCIAIS DO ESTADO DO PARÁ (ABAETETUBA) – SIIS. 2010. [Link]. Acesso em: 12 de agosto de 2012.

SILVA, R. B. L. A etnobotânica de plantas medicinais da comunidade Quilombola de Curiaú, Macapá, AP, Brasil. Dissertação de Mestrado apresentada ao Curso de Pós-graduação em Agronomia, Universidade Federal Rural da Amazônia, 17


Apontamentos

  • Não há apontamentos.