e-ISSN: 2446-4775 | ISSN: 1808-9569

Contribuindo para o conhecimento científico sobre Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em biodiversidade e saúde.

Capa Revista Fitos

Seja um assinante Fitos

Assine a Revista Fitos e receba os lançamentos em seu email.

Assinar

  • Resumo

    Com intuito de sistematizar modelos de produção agroecológica no Extremo Sul da Bahia através do Tempo Comunidade promovido pelo curso de Introdução à Agroecologia e Manejo Produtivo Sustentável foi realizada esta visita à horta de modelo circular e permacultura no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, Campus Teixeira de Freitas. Junto aos conhecimentos técnicos e saberes do supervisor de campo da instituição foram adquiridas outras visões e significados para este tipo de sistema que vem sendo valorizado devido aos grandes impactos causados pela monocultura, e visa a menor intervenção possível no solo e a recusa por insumos externos à área; além de ser rentável e fazer parte da alimentação dos próprios alunos do campus, sendo um laboratório prático para os estudantes do ensino médio e técnico. A compilação das práticas tradicionais com a ciência moderna traz a permacultura como um modelo de economia de água, trabalho com a diversidade de plantas regionais, aproveitamento melhor do espaço e a utilização apenas de fertilizantes orgânicos que não agridem o meio ambiente

    Artigo

    Texto completo

    PDF
    HTML

    Palavras-chave

    Horta circular
    Permacultura
    Agroecologia
  • Referências

    ALÍPIO, Maria Aparecida de Sousa. O sistema de produção de mandalas implantado no assentamento Acauã no município de Aparecida - PB. / Maria Aparecida de Sousa Alípio. Cajazeiras, 2015.

    ALTHUSSER, Louis. Ideologia e Aparelhos Ideológicos de Estado. Ed. Presença/Martins Fontes. 1980.

    BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Contribuição à construção de políticas para o ensino agrícola. Versão para discussão. 2007.

    HOLMGREN, David. Permacultura: princípios e caminhos além da sustentabilidade. / David Holmgren; tradução Luzia Araújo. – Porto Alegre: Via Sapiens, 2013. 416p. 1989.

    MARZALL, Kátia. Indicadores de sustentabilidade para agroecossistemas. 1999. 208 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) − Faculdade de Agronomia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1999.

    MELLO F, Nilson Ramos de; KAICK, Tamara Simone van. Atividade de Educação Ambiental utilizando conceitos e práticas da agroecologia: cuidando do presente da mamãe - Pinhais, PR, 2013. Disponível em: http://www.abaagroecologia.org.br/revistas/index.php/cad/article/viewFile/14854/9361. Acessado em: 30/01/2018.

    SOUZA, Neila Medeiros Carvalho de; Reciclagem no Brasil. 2010. 46 f. Monografia (Especialização em Engenharia de Produção) – Universidade Candido Mendes, Rio de Janeiro, 2010.

    WALLER, George. Introduction. In: MACIAS, F.A.; GALINDO, J.C.G.; MOLINILLO, J.M.G. & CUTLER, Harry Gardner. (Eds.) Recent advances in allelopathy. Cadiz, Serv. Pub. Univ. Cadiz, 1999. v.1.

  • Histórico do artigo

    • Data de submissão:
    • Data de publicação:
  • Licença


    1. DIREITOS CEDIDOS - A cessão total não exclusiva, permanente e irrevogável dos direitos autorais patrimoniais não comerciais de utilização de que trata este documento inclui, exemplificativamente, os direitos de disponibilização e comunicação pública da OBRA, em qualquer meio ou veículo, inclusive em Repositórios Digitais, bem como os direitos de reprodução, exibição, execução, declamação, recitação, exposição, arquivamento, inclusão em banco de dados, preservação, difusão, distribuição, divulgação, empréstimo, tradução, dublagem, legendagem, inclusão em novas obras ou coletâneas, reutilização, edição, produção de material didático e cursos ou qualquer forma de utilização não comercial.

    2. AUTORIZAÇÃO A TERCEIROS - A cessão aqui especificada concede à FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ o direito de autorizar qualquer pessoa – física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira – a acessar e utilizar amplamente a OBRA, sem exclusividade, para quaisquer finalidades não comerciais, nos termos deste instrumento.

    3. USOS NÃO COMERCIAIS - Usos não comerciais são aqueles em que a OBRA é disponibilizada gratuitamente, sem cobrança ao usuário e sem intuito de lucro direto por parte daquele que a disponibiliza e utiliza.

    4. NÃO EXCLUSIVIDADE - A não exclusividade dos direitos cedidos significa que tanto o AUTOR como a FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ou seus autorizados poderão exercê-los individualmente de forma independente de autorização ou comunicação, prévia ou futura.

    5. DIREITOS RESERVADOS - São reservados exclusivamente ao(s) AUTOR(es) os direitos morais sobre as obras de sua autoria e/ou titularidade, sendo os terceiros usuários responsáveis pela atribuição de autoria e manutenção da integridade da OBRA em qualquer utilização. Ficam reservados exclusivamente ao(s) AUTOR(es) e/ou TITULAR(es) os usos comerciais da OBRA incluída no âmbito deste instrumento.

    6. AUTORIA E TITULARIDADE - O AUTOR declara ainda que a obra é criação original própria e inédita, responsabilizando-se integralmente pelo conteúdo e outros elementos que fazem parte da OBRA, inclusive os direitos de voz e imagem vinculados à OBRA, obrigando-se a indenizar terceiros por danos, bem como indenizar e ressarcir a FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ de eventuais despesas que vierem a suportar, em razão de qualquer ofensa a direitos autorais ou direitos de voz ou imagem, principalmente no que diz respeito a plágio e violações de direitos.

    7. GRATUIDADE - A cessão e autorização dos direitos indicados e estabelecidos neste Instrumento será gratuita, não sendo devida qualquer remuneração, a qualquer título, ao autor e/ou titular, a qualquer tempo.

Feedback