Este trabalho tem como objetivo analisar a atividade farmacológica do extrato etanólico da casca do Barbatimão-verdadeiro no peristaltismo intestinal de camundongos (Mus Musculus). O estudo caracteriza-se como uma pesquisa quantitativa, de caráter exploratório e experimental, no qual foram realizados dois testes farmacológicos. Os animais (n=35) foram tratados com a dose de 500mg/kg de extrato etanólico de Stryphnodendron adstringens e a motilidade intestinal foi avaliada seguindo os modelos de trânsito intestinal (n=15) e diarreia induzida por óleo de rícino (n=20). Através de análises estatísticas com o teste de variância ANOVA (one-way) e teste Tukey na análise de significância, observou-se que o grupo tratado com a planta demonstrou significância em relação ao grupo tratado com loperamida (p<0,05). No teste de diarreia induzida, o extrato mostrou significância (P = 0,0002) comparado com o grupo tratado com loperamida e o grupo controle. Portanto o extrato etanólico de Stryphnodendron adstringens mostrou-se eficaz na redução da motilidade intestinal.

Publicado em Citações