e-ISSN: 2446-4775 | ISSN: 1808-9569

Contribuindo para o conhecimento científico sobre Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em biodiversidade e saúde.

Capa Revista Fitos

Seja um assinante Fitos

Assine a Revista Fitos e receba os lançamentos em seu email.

Assinar

Política Editorial

e-ISSN – 24464775
ISSN - 18089569

Foco e Escopo

Revista Fitos é um periódico científico interdisciplinar, em acesso aberto, sem custos para autores e de difusão gratuita, com periodicidade trimestral, editado pelo Centro de Inovação em Biodiversidade e Saúde (CIBS) do Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), da Fundação Oswaldo Cruz.

O periódico publica artigos originais sobre Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) em Biodiversidade e Saúde.

O periódico tem como missão publicar trabalhos científicos originais e inéditos que contribuam para o pensamento crítico em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) em Biodiversidade e Saúde, buscando promover a inter e a transdisciplinaridade das áreas do conhecimento (saúde, humanas e tecnológicas) necessárias para ampliar a compreensão das complexas interrelações entre biodiversidade e saúde humana, na perspectiva de fortalecer a colaboração entre os setores no cumprimento dos compromissos globais do desenvolvimento sustentável, comprometidos com a conservação dos recursos naturais e redução das desigualdades sociais.

Os manuscritos deverão ser redigidos em português, inglês e espanhol, do tipo: artigo de pesquisa, artigo de revisão, relato de experiência, comunicação breve, ensaio, perspectiva, resenha, carta e monografia de plantas medicinais.
Para submissão, cada manuscrito deve conter introdução, desenvolvimento, metodologia, resultados, discussão e conclusão.
O periódico é fonte de consulta e de divulgação para pesquisadores, alunos e professores de graduação e pós-graduação, que produzem conhecimento científico sobre a complexidade do processo de inovação em medicamentos de origem vegetal.

Princípios Editoriais

  • A Revista Fitos publica somente artigos inéditos e originais, e que não estejam em avaliação simultânea em nenhum outro periódico. A submissão simultânea de um artigo científico em mais de um periódico constitui grave falta de ética do autor.
  • Após o aceite, os direitos autorais de todos os artigos, incluindo a sua reprodução por qualquer meio, eletrônico ou impresso, pertencerá à Revista Fitos. No ato da submissão o(s) autor(es) deverá(ão) preencher uma Declaração de Cessão de Direitos Autorais disponibilizada no sistema eletrônico da revista.
  • Os princípios éticos da pesquisa devem ser respeitados. Todos os trabalhos envolvendo estudos em humanos ou animais deverão estar acompanhados dos Pareceres dos Comitês de Ética de Pesquisa em Seres Humanos ou em Animais das instituições a que pertencem os autores, com suas respectivas autorizações para tais estudos.
  • Todo conceito e opiniões expressos nos artigos, bem como a exatidão e a procedência das citações, são de exclusiva responsabilidade dos autores.
  • Os autores devem informar qualquer potencial conflito de interesse, incluindo interesses políticos e/ou financeiros associados a patentes ou propriedade, provisão de materiais e/ou insumos e equipamentos utilizados no estudo pelos fabricantes.
  • Os autores deverão indicar o seu ORCID ou ResearcherID no ato da submissão do manuscrito. Caso não tenham, deverão fazer o cadastro nos seguintes endereços: https://orcid.org/register. ou https://www.researcherid.com/
  • Todo o conteúdo está publicado sob a licença Atribuição-Uso Não-Comercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).
  • Os autores devem apresentar seus trabalhos de acordo com as instruções aos autores, disponível no endereço: http://www.revistafitos.far.fiocruz.br/index.php/revista-fitos/pages/view/instrucao-aos-autores
  • A Revista Fitos é trimestral e publica 4 números por ano. A publicação de cada número ocorre no final de cada trimestre, no 5º dia útil após a finalização da edição a ser publicada.
  • A revista tem em sua política a previsão de publicar até 2 suplementos por ano.

Sessões e Formato de Artigos

A Revista Fitos publica sessões organizadas de acordo com o formato do manuscrito, a saber: editorial, ensaios, perspectiva, artigos de pesquisa, artigos de revisão, relato de experiências, comunicação breve, resenhas, cartas e monografias de plantas medicinais.

Formato de artigos aceitos

Editorial: Texto de responsabilidade dos editores da Revista Fitos ou de terceiros convidados, com no máximo 1000 palavras e 10 referências.

Artigos: Resultado de pesquisa de natureza empírica, experimental ou conceitual, respeitando metodologia científica, com o máximo de 6.000 palavras.

Revisão: Revisão crítica da literatura sobre temas pertinentes ao estudo da biodiversidade e saúde, com ênfase no desenvolvimento de inovações tecnológicas. A submissão de revisões está sujeita ao convite ou à consulta prévia ao editor de área, com o máximo de 8.000 palavras. 

Relato de Experiência: Descrição de experiência que contribui de forma relevante para a área de atuação. É elaborado de modo contextualizado, com objetividade e aporte teórico. O relato inclui introdução com marco teórico; os objetivos; as metodologias empregadas, incluindo descrição do contexto e dos procedimentos; os resultados e as considerações tecidas a partir dos mesmos, com o máximo de 6.000 palavras.

Comunicação Breve: Relato de resultados preliminares de pesquisa, ou ainda resultados de estudos originais que possam ser apresentados de forma sucinta, com o máximo de 1.700 palavras.

Perspectiva: Análise de temas conjunturais, de interesse imediato e sobre a importância da política, gestão, inovação e desenvolvimento de medicamentos da diversidade vegetal e de temas e disciplinas afins, em geral, à convite da equipe editorial, com o máximo de 2.200 palavras.

Ensaio: Texto opinativo em que se expõe ideias, críticas, reflexões e impressões pessoais, realizando uma avaliação sobre determinado tema. O ensaio problematiza algumas questões sobre determinado assunto, focadas pela opinião do autor, geralmente, apresentam conclusões originais e pressupõe interpretação e análise mais profunda sobre um tema, com no máximo 8.000 palavras. 

Monografia de Plantas Medicinais: A monografia visa agrupar, padronizar e sistematizar o conhecimento das características e propriedades das plantas medicinais para orientar registro nos órgãos de regulamentação, com no máximo 3.500 palavras.

Resenhas: Resenha crítica de livro, dissertações, teses e outros, relacionados aos campos temáticos da Revista Fitos, publicado nos últimos dois anos; com o máximo de 1.200 palavras.

Cartas: Texto de análise crítica a artigo publicado em números anteriores da Revista Fitos; com no máximo 700 palavras.

Suplemento: normas para publicação

O Suplemento é uma publicação fora do corpo principal da Revista, com capa e conteúdo, geralmente dentro de uma temática específica. Os tipos de manuscritos publicados são, especialmente: comunicação breve, revisão que tratam de questões ou tópicos relacionados ao escopo do periódico e resumos de trabalhos aprovados em Congressos Científicos, Mesas Redondas, Seminários ou Fóruns Científicos sobre temáticas relacionadas ao escopo da revista. Além disso poderão ser aceitos outros materiais produzidos em reuniões científicas ou grupos de investigação. Este tipo de edição visa o desenvolvimento e a disseminação do conhecimento científico em áreas delimitadas pelas comissões organizadoras, constituindo, muitas das vezes, uma das primeiras formas de apresentação de resultados de pesquisas em processo ou em fase final. Após a definição do âmbito e escopo da edição, são delegadas competências para a organização de todo o processo editorial construído numa análise de conteúdo e avaliação por pares às cegas, seguindo todo o processo editorial da revista.

Ao Comitê Editorial da Revista Fitos compete assegurar um conjunto de premissas, de forma a manter a qualidade e mérito do conteúdo publicado, determinando o máximo de artigos assinados por um mesmo autor num número temático, que não deve ultrapassar três, seja como primeiro autor ou não. E, ainda, sugerir enfaticamente aos organizadores que apresentem contribuições de autores de variadas instituições nacionais e de colaboradores estrangeiros. Como para qualquer outra modalidade de apresentação, a Revista Fitos aceita colaboração em Português, inglês e espanhol.

Critérios para análise de manuscritos submetidos para publicação em suplementos:

  • garantir a aplicação das boas práticas editoriais e exercer controle sobre as decisões de escolha de manuscritos, revisores e conteúdos a publicar;
  • trabalhar em cooperação com a comissão organizadora, no sentido de definir o escopo e o índice do suplemento;
  • possibilitar aos leitores a distinção entre artigos originais e os que compõem o suplemento, através da correta identificação do número da revista;
  • garantir a aplicação dos princípios de transferência dos direitos de autor (copyright) e inexistência de conflitos de interesse;
  • indicar qualquer forma de relação financeira entre os editores e a comissão organizadora;
  • obedecer às mesmas diretrizes de publicidade do restante da revista;
  • publicação subsequente em Suplementos (reedição de trabalhos previamente publicados alhures) deverá estar claramente identificada pela citação do trabalho original;
  • não podem publicar reedições de resultados de pesquisa;
  • com exceção dos resumos e anais de Congressos, as demais categorias de suplementos deverão conter o Documento "Declaração de Potencial Conflito de Interesses" preenchido e anexado.