Biorrefinaria holística de conversão de biomassas por tecnologias sub e supercríticas em produtos para a Nova Bioeconomia Mundial.

Leonardo Z. Villela, Maria Angela A. Meirel, Luiz F. Mendes

DOI: http://dx.doi.org/10.17648/2446-4775.2018.579

Resumo


A Nova Bioeconomia Mundial, a partir de 2020, visa substituir os produtos petroquímicos pelos derivados das biomassas renováveis, especialmente as que são resíduos da agroindústria (por exemplo, da sucroalcooleira, dos frutos cítricos e da uva). Também está na Agenda da Bioeconomia Mundial, o desenvolvimento e/ou o aprimoramento de tecnologias para aproveitar melhor as biomassas renováveis e, assim, produzir mais produtos aplicando-se industrialmente o conceito de biorrefinarias. Com isso, inevitavelmente, os processos convencionais de extração utilizados para a conversão de matérias-primas renováveis em produtos – que são considerados pouco efetivos (baixa eficiência de extração), geradores de grandes quantidades de rejeitos ao meio ambiente (solventes orgânicos) e outras desvantagens – deverão ser substituídos. Uma tecnologia que se destaca é a de fluidos sub- e supercríticos, por atender aos padrões mais altos de exigências governamentais de sustentabilidade, bem como os aspectos envolvendo a produção de produtos verdes de alta qualidade e seguros às saúdes humana e animal. O desafio de viabilizar economicamente o uso dessa tecnologia tem sido superado à medida que as pesquisas científicas avançam. E é diante deste cenário bioeconômico e dos desafios tecnológicos, que a Bioativos Naturais Ltda. surgiu, tornando economicamente viável a aplicação industrial do conceito de biorrefinaria, com a conversão de biomassas renováveis e resíduos animais em diversos produtos com aplicação nos diferentes segmentos industriais. A Bioativos Naturais Ltda. conta com os apoios investimentos da FAPESP (PIPE), do CNPq e Senai.


Palavras-chave


Fonte Renovável. Bioprodutos. Segurança Alimentar e Nutricional.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


Bioeconomy Policy (Part I). Synopsis and Analysis of Strategies in the G7. A report from the German Bioeconomy Council. [Link] Acesso em: 18/11/2016.

Bioeconomy Policy (Part II). Synopsis of National Strategies Around the World. A Report from the German Bioeconomy Council. [Link] Acesso em: 18/11/2016.

Bicker M, Endres S, Ott L., Vogel H. Catalytical conversion of carbohydrates in subcritical water: A new chemical process for lactic acid production. J Mol Catal A: Chemical. 2005; 239:151-157. [Link] [CrossRef]

Capello C, Fischer U, Hugerbuhler K. What is a green solvent? A comprehensive framework for the environmental assessment of solvents. Green Chemistry, 9: 927-934, 2007. [Link]

Prado JM, Meireles MAA. Estimation of manufacturing cost of clove (Eugenia caryolhyllus) extracts obtained by supercritical fluid extraction using a commercial simulator. 11th International Congress on Engineering and Food - ICEF11, 2011. [Link]

Melo MMR, Silvestre AJD, Silva CM. Supercritical fluid extraction of vegetable matrices: Applications, trends and future perspectives of a convincing green technology. The Journal of Supercritical Fluids. 2014; 92:115-176. [CrossRef]

Nobre BP, Villa lobos F, Barragán BE, Oliveira AC, Batista AP. et al. A biorefinery from Nannochloropsis sp. microalga – Extraction of oils and pigments. Production of biohydrogen from the leftover biomass. Bio Tech. 2013; 135: 128-136. [CrossRef]

Pereira CG, Meireles MAA. Economic analysis of rosemary, fennel and anise essential oils obtained by supercritical fluid extraction. Flavour and Frag J. 2007; 22: 407-413. [CrossRef]

Rosa TV, Meireles MAA. Rapid estimation of the manufacturing cost of extracts obtained by supercritical fluid extraction. J Food Eng. 2005; 67:235-240. [CrossRef]

Wenqiang G, Shufen L, Ruixiang Y, Shaokun T, Can Q. Comparison of essential oils of clove buds extracted with supercritical carbon dioxide and other three traditional extraction methods. Food Chem. 2007; 101(4):558-1564. [CrossRef]


Apontamentos

  • Não há apontamentos.