e-ISSN: 2446-4775 | ISSN: 1808-9569

Contribuindo para o conhecimento científico sobre Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em biodiversidade e saúde.

Capa Revista Fitos

Seja um assinante Fitos

Assine a Revista Fitos e receba os lançamentos em seu email.

Assinar

  • Resumo

    Psychotria ipecacuanha, é uma planta medicinal nativa da América com a maior área de ocorrência no Estado de Mato Grosso - Brasil, críticamente ameaçada devido à sobreexploração das populações naturais. Devido à dificuldades na propagação convencional, o objetivo deste estudo foi a avaliação do efeito de diferentes concentrações do regulador de crescimento ácido indolacético (AIA) na propagação in vitro de P. ipecacuanha. Segmentos nodais foram cultivados em meio de Murashige e Skoog (MS) sem reguladores de crescimento (controle) e suplementado com quatro concentrações (0,05; 0,5; 1,5 e 2,0 mg.L-1) de AIA, em meios semi-sólidos. Após 60 dias de cultivo, segmentos nodais (n=30) cultivados em meio de Murashige & Skoog (MS) suplementado com 0,05 mg.L-1 de AIA produziram, em média, 4,56 segmentos nodais por explante, cujas plântulas foram aclimatizadas com sucesso, sem exibição de qualquer anomalia morfológica ou variação.

    Artigo

    Texto completo

    PDF (English)
    HTML (English)
  • Referências

    Trease GE, Evans WC. Ipecacuanha. In: Pharmacogn. 13th ed. London. Baillieri Tindal. 1989; p.595-599.

    Oliveira LO, Venturini BA, Rossi AAB, Hastenreiter SS. Clonal diversity and conservation genetics of the medicinal plant Carapichea ipecacuanha (Rubiaceae). Genet Mol Biol. 2010; 33: 86-93. ISSN: 1415-4757. [CrossRef].

    Ferreira Júnior WS, Cruz MP, Santos LL, Medeiros MFT. Use and importance of quina (Cinchona spp.) and ipeca (Carapichea ipecacuanha (Brot.) L. Andersson): Plants for medicinal use from the 16th century to the present. J Herb Med. 2012; 2(4): 103-112. ISSN: 2210-8033. [CrossRef].

    Brandão MGL, Pignal M, Romaniuc S, Grael CFF, Fagg CFF. Useful Brazilian plants listed in the field books of the French naturalist Auguste de Saint-Hilaire (1779–1853). J Ethnoph. 2012; 143(2): 488-500. ISSN: 0378-8741. [CrossRef] [Link].

    Agra MF, Silva KN, Basílio IJLD, França PF, Barbosa-Filho JM. Survey of medicinal plants used in the region Northeast of Brazil. Rev Bras Farmacogn. 2008; 18(3):472-508. ISSN: 1981-528X. [CrossRef].

    Burhans WC, Vassiley LT, Wu JM, Nallaseth FS, Depamphilis ML. Emetine allows identification of origins of mammalian DNA replication by imbalanced DNA synthesis, not through conservative nucleosome segregation. EMBO J. 1991;10 (13):4351-4360. [Link].

    Rocha TT, Lameira OA. Avaliação do período de floração e frutificação do BAG ipecacuanha. Em: 15° Seminário de Iniciação Científica da Embrapa. Belém, PA. Anais do 15° Seminário de Iniciação Científica da Embrapa: Embrapa Amazônia Oriental, 2011. [Link].

    Oliveira LO, Venturini BA, Rossi AAB, Hastenreiter SS. Clonal diversity and conservation genetics of the medicinal plant Carapichea ipecacuanha (Rubiaceae). Genet Mol Biol. 2010; 33: 86-93.

    Shimomura K. Production of emetic alkaloid by in vitro culture of Cephaelis ipecacuanha A. Rich. Plant Cell Rep. 1988; 7(4): 278-280. ISSN: 1432-203X. [CrossRef] [Link].

    Yoshimatsu K, Shimomura K. Cephaelis ipecacuanha A. Rich. (Brazilian ipeca) Micropropagation and the production of emetine and cephaeline. Em: Bajaj Y.P.S. Biotech Agric Forest: Medicinal and Aromatic Plants, Berlin: Springer Verlag. 1993; 21(4): 87-103.

    Coelho MFB, Teixeira VA, Azevedo RAB, Albuquerque MCF. Propagação da poaia (Psychotria ipecacuanha) em diferentes substratos e posicionamento das estacas. Hortic Bras. 2013; 31: 467-471. [Link].

    Silva ML, Azevedo AA, Silva GM, Carvalho IF, Rossi AAB, Otoni, WC. Germinação in vitro e organogênese direta em explantes hipocotiledonares com polaridade invertida de Psychotria ipecacuanha (Brot.) Stokes. Rev Fitos. 2013; 8(1): 5-12. [Link].

    Murashige T, Skoog FA. Revised medium for rapid growth and bioassays with tobacco tissue culture. Physiol Plantarum. 1962; 15: 473-497. [Link].

    Silva S, Ferreira FF, Gato AMG. Efeitos de diferentes concentrações de 6-Benzilamiopurina no cultivo in vitro de Manihot esculenta Crantz. Scien Amazon. 2015; 4(1): 105-111. ISSN: 2238.1910. [CrossRef] [Link].

    Cleland RE. Auxin and cell elongation. In: Davies P.J. (ed.), Plant Hormones. Physiology, Biochemistry and Molecular Biology. Kluwer Academic Publishers, Dordrecht, pp. 214-227, 1995.

    Silva S, Lage CLS, Esquibel MA, Gil Rass, Sato A. In vitro propagation of Melissa officinalis L. and production of essential oil. Plant Cell Culture e Micropropagation. Editora UFLA. Lavras. 2006; 2(2): 53-60. ISSN: 1808-9909. [Link].

    Reis ES, Pinto JEBP, Corrêa RM, Lameira OA. Tamanhos e posições de explantes e volumes de meio de cultivo na multiplicação de ipe¬ca (Psychotria ipecacuanha (Brot.) Stokes) in vitro. Cien Agrotec. 2004; 28(3):703-709. ISSN: 1413-7054. [CrossRef] [Link].

    Singh SK, Meghwal PR, Sharma HC, Singh SP. Direct shoot organogenesis on hypoco¬tyls explants from in vitro germinated seedlings of Psidium guajava L. Cv. Allahabad Safeda. Scien Hortic. 2002; 95: 213-221.

    Paiva Neto VB, Mota TR, Otoni WC. Direct organogenesis from hypocotyl-derived explants of annatto (Bixa orellana). Plant Cell, Tissue and Organ Culture. 2003; 75(2): 159-167. ISSN: 1573-5044. [CrossRef] [Link].

    Parveen S, Shahzad AA. Micropropagation protocol for Cassia angustifolia Vahl. From root explants. Acta Physiol Plantarum. 2011; 33(3): 789-796. ISSN: 1861-1664. [CrossRef].

    Olatunji D, Geelen D, Verstraeten I. Control of endogenous auxin levels in plant root development. Int J Mol Sci. 2017; 18(12): 1-29. [CrossRef] [Link].

    Silva ML, Azevedo AA, Otoni WC, Carvalho IF, Rossi AAB, Silva GM, et al. Morfoanatomia dos sistemas gemíferos de poaia (Carapichea ipecacuanha (Brot.) L. Andersson) – Rubiaceae. Rev Fitos. 2015; 9(1): 9-17. [CrossRef] [Link].

  • Histórico do artigo

    • Data de submissão:
    • Data de publicação:
  • Licença


    1. DIREITOS CEDIDOS - A cessão total não exclusiva, permanente e irrevogável dos direitos autorais patrimoniais não comerciais de utilização de que trata este documento inclui, exemplificativamente, os direitos de disponibilização e comunicação pública da OBRA, em qualquer meio ou veículo, inclusive em Repositórios Digitais, bem como os direitos de reprodução, exibição, execução, declamação, recitação, exposição, arquivamento, inclusão em banco de dados, preservação, difusão, distribuição, divulgação, empréstimo, tradução, dublagem, legendagem, inclusão em novas obras ou coletâneas, reutilização, edição, produção de material didático e cursos ou qualquer forma de utilização não comercial.

    2. AUTORIZAÇÃO A TERCEIROS - A cessão aqui especificada concede à FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ o direito de autorizar qualquer pessoa – física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira – a acessar e utilizar amplamente a OBRA, sem exclusividade, para quaisquer finalidades não comerciais, nos termos deste instrumento.

    3. USOS NÃO COMERCIAIS - Usos não comerciais são aqueles em que a OBRA é disponibilizada gratuitamente, sem cobrança ao usuário e sem intuito de lucro direto por parte daquele que a disponibiliza e utiliza.

    4. NÃO EXCLUSIVIDADE - A não exclusividade dos direitos cedidos significa que tanto o AUTOR como a FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ou seus autorizados poderão exercê-los individualmente de forma independente de autorização ou comunicação, prévia ou futura.

    5. DIREITOS RESERVADOS - São reservados exclusivamente ao(s) AUTOR(es) os direitos morais sobre as obras de sua autoria e/ou titularidade, sendo os terceiros usuários responsáveis pela atribuição de autoria e manutenção da integridade da OBRA em qualquer utilização. Ficam reservados exclusivamente ao(s) AUTOR(es) e/ou TITULAR(es) os usos comerciais da OBRA incluída no âmbito deste instrumento.

    6. AUTORIA E TITULARIDADE - O AUTOR declara ainda que a obra é criação original própria e inédita, responsabilizando-se integralmente pelo conteúdo e outros elementos que fazem parte da OBRA, inclusive os direitos de voz e imagem vinculados à OBRA, obrigando-se a indenizar terceiros por danos, bem como indenizar e ressarcir a FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ de eventuais despesas que vierem a suportar, em razão de qualquer ofensa a direitos autorais ou direitos de voz ou imagem, principalmente no que diz respeito a plágio e violações de direitos.

    7. GRATUIDADE - A cessão e autorização dos direitos indicados e estabelecidos neste Instrumento será gratuita, não sendo devida qualquer remuneração, a qualquer título, ao autor e/ou titular, a qualquer tempo.