e-ISSN: 2446-4775 | ISSN: 1808-9569

Contribuindo para o conhecimento científico sobre Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em biodiversidade e saúde.

Capa Revista Fitos

Seja um assinante Fitos

Assine a Revista Fitos e receba os lançamentos em seu email.

Assinar

  • Resumo

    As espécies Uncaria tomentosa (Willd.) DC. e U. guianensis (Aubl.) Gmel. da família botânica Rubiaceae, conhecidas no Brasil como unha-de-gato, são trepadeiras lenhosas de ocorrência na floresta Amazônica e outras áreas tropicais da América do Sul e Central. Elas têm sido usadas na medicina tradicional de diversas tribos indígenas por pelo menos dois mil anos para processos degenerativos e inflamatórios, úlceras gástricas, contracepção entre outros. Suas propriedades terapêuticas, a complexidade e diversidade estrutural de seus componentes e seus mecanismos de ação, assim como seus aspectos ecológicos e econômicos têm despertado nos últimos trinta anos o interesse de médicos, químicos, farmacólogos, botânicos, agrônomos e economistas. Esse trabalho apresenta um panorama dos principais aspectos envolvidos com as espécies, reunindo as informações mais relevantes a partir dos inúmeros artigos científicos publicados em revistas com corpo editorial, patentes, livros e vasto material da internet. 

    Artigo

    Texto completo

    PDF

    Palavras-chave

    Uncaria tomentosa
    Uncaria guianensis
    plantas medicinais
    atividade imunoestimulante
    atividade antiinflamatória
    fitoterápico
  • Referências

    AGUILAR, J.L.; ROJAS, P.; MARCELO, A.; PLAZA, A.; BAUER, R.; REININGER, E.; KLAAS, C.A.; MERFORT, I. Antiinflammatory activity of two different extracts of Uncaria tomentosa (Rubiaceae). Journal of Ethnopharmacology, v.81, p.271-276, 2002.

    AKESSON, C.; LINDGREN, H.; PERO, R.W.; LEANDERSON, T.; IVARS, F. Quinic acid is a biologically active component of the Uncaria tomentosa extract C-Med-100®. International Immunopharmacology, v.5, p.219-229, 2005.

    AMAZONLINK. Patentes e marcas sobre unha-de-gato. Disponível em: http://www.biopirataria.org/patentes_unha_de_gato.php. Acesso em abril de 2006.

    AQUINO, R.; DE SIMONE, F.; PIZZA, C. Plant metabolites. Structure and in vitro antiviral activity of quinovic acid glycosides from Uncaria tomentosa and Guettarda platypoda. Journal of Natural Products, v.52, p.679-685, 1989.

    AQUINO, R.; DE FEO, V.; DE SIMONE, F.; PIZZA, C.; CIRINO, G. Plant metabolites. New compounds and antiinflammatory activity of Uncaria tomentosa. Journal of Natural Products, v.54, p.453-459, 1991.

    BROBOWSKI, P.J. Methods and preparations of extracts of Uncaria species with reduced alkaloid content. US n. depósito PI 20040068130, 8 abril 2004.

    CARVALHO, M.V.; PENIDO, C.; SIANI, A.C.; VALENTE, L.M.M.; HENRIQUES, M.G.M.O. Investigations on the antiinflammatory and anti-allergic activities of the leaves of Uncaria guianensis (Aublet) J. F. Gmelin. Inflammopharmacology, v.54, 2006. No prelo.

    GANZERA, M.; MUHAMMAD, I.; KHAN, R.A.; KHAN, I.A. Improved method for the determination of oxindole alkaloids in Uncaria tomentosa by high performance liquid chromatography. Planta Medica, v.6, p.447-450, 2001.

    GATTUSO, M.; DI SAPIO, O.; GATTUSO, S.; LI PEREYRA, E. Morphoanatomical studies of Uncaria tomentosa and Uncaria guianensis bark and leaves. Phytomedicine, v.11, p.213-223, 2004.

    GINKEL, A. Identification of the alkaloids and flavonoids from Uncaria tomentosa bark by TLC in quality control. Phytotherapy Research, v.10, p.S18-S19, 1996.

    GLENSK, M.; ZBIKOWSKA, B.; CISOWSKI, W. TLC separation of Uncaria tomentosa alkaloids on chemically modified stationary phases. Journal of Planar Chromatography, v.17, p.14-17, 2004.

    GONÇALVES, C.; DINIS, T.; BATISTA, M.T. Antioxidant properties of proanthocyanidins of Uncaria tomentosa bark decoction: a mechanism for anti-inflammatory activity. Phytochemistry, v.66, p.89-98, 2005.

    HEITZMAM, M.E.; NETO, C.C.; WINIARZ, E.; VAISBERG, A.J.; HAMMOND, G.B. Ethnobotany, phytochemistry and pharmacology of Uncaria (Rubiaceae). Phytochemistry, v.66, p.5-69, 2005.

    HEMINGWAY, S.R.; PHILIPSON, J.D. Alkaloids from S. American species of Uncaria (Rubiaceae). Journal of Pharmacy and Pharmacology, v.26, p.113 Suppl. S., 1974.

    HUGHES, K.; WORTH, T. Cat’s claw. Purdue University, Center for New Crops & Plants Products, New Crop FactSheet, 1999. Disponível em: www.hort.purdue.edu/newcrop/CropFactSheets/catsclaw.html. Acesso em abril de 2006.

    JONES, K. Cat’s claw, healing vine of Peru. Seattle: Sylvan Press, 1995.

    KEPLINGER, D.; KEPLINGER, K.; GERHARD, L. Process for the production of specific isomer mixtures from oxindole alkaloids. US n. PI 5723625, 3 março 1998.

    KEPLINGER, K.; KEPLINGER, D. Oxindole alkaloids having properties stimulating the immunologic system and preparation containing the same. US n. PI 5302611, 12 abril 1994.

    KEPLINGER, K.; WAGNER, H.; KREUTZKAMP, B. Oxindole alkaloids having properties stimulating the immunologic system. US n. PI 4844901, 4 julho 1989.

    KEPLINGER, K.; WAGNER, H.; KREUTZKAMP, B. Oxindole alkaloids having properties stimulating the immunologic system and preparation containing the same. US n. PI 4940725, 10 julho 1990.

    KEPLINGER, K.; LAUS, G.; WURM, M.; DIERICH, M.P.; TEPPNER, H. Uncaria tomentosa (Willd.) DC. - Ethnomedicinal use and new pharmacological, toxicological and botanical results. Journal of Ethnopharmacology, v.64, p.23-24, 1999.

    LAMM, S.; SHENG, Y.; PERO, R.W. Persistent response to pneumococcal vaccine in individuals supplemented with a novel water soluble extract of Uncaria tomentosa, C-Med-100®. Phytomedicine, v.8, p.267-274, 2001.

    LAUS, G.; KEPLINGER, K. Alkaloids of Peruvian Uncaria guianensis (Rubiaceae). Phyton, v.43, p.1-8, 2003.

    LAUS, G.; KEPLINGER, D. Separation of stereoisomeric oxindole alkaloids from Uncaria tomentosa by high performance liquid chromatography. Journal of Chromatography, v.662, p.243-249, 1994.

    LAUS, G.; BROSSNER, D.; KEPLINGER, K. Alkaloids of Peruvian Uncaria tomentosa. Phytochemistry, v.45, p.855-860, 1997.

    LEMAIRE, I.; ASSINEWE, V.; CANO, P.; AWANG, D.V.C.; ARNASON, J.T. Stimulation of interleukin-1 and -6 production in alveolar macrophages by the neotropical liana Uncaria tomentosa. Journal of Ethnopharmacology, v.64, p.109-115, 1999.

    LIMA, V. Mercado se abre para negócios das plantas amazônicas, 2005. Disponível em: www.ac.gov.br. Acesso em abril de 2006.

    LOPEZ-AVILA, V.; BENEDICTO, J.; ROBAUGH, D. Supercritical fluid extraction of oxindole alkaloids from Uncaria tomentosa. Journal of High Resolution Chromatography, v.20, p.231-236, 1997.

    LUNA-PALENCIA, G.R.; CERDA-GARCIA-ROJAS, C.M.; RODRIGUEZ-MONROY, M.; RAMOS-VALDIVIA, A.C. Influence of auxins and sucrose in monoterpenoid oxindole alkaloid production by Uncaria tomentosa cell suspension cultures. Biotechnology Progress, v.21, p.198-204, 2005.

    MILLER, M.J.S.; MEHTA, K.; KUNTE, S.; RAUT, V.; GALA, J.; DHUMALE, R.; SHUKLA, A.; TUPALLI, H.; PARIKH, H.; BOBROWSKI, P.; CHAUDHAR, J. Early relief of osteoarthritis symptoms with a natural mineral supplement and a herbomineral combination: A randomized controlled trial [ISRCTN38432711]. Journal of Inflammation, v.2, p.11, 2005. Disponível em: www.journal-inflammation.com/content/2/1/11. Acesso em abril de 2006.

    MIRANDA, E.M.; SOUSA, J.A.; PEREIRA, R.C.A. Caracterização e avaliação de populações nativas de unha-de-gato [Uncaria tomentosa (Willd.) DC. e U. guianensis (Aubl.) Gmel.] no vale do rio Juruá-AC. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.5, p.41-46, 2003.

    MONTORO, P.; CARBONE, V.; QUIROZ, J.D.; DE SIMONE, F.; PIZZA, C. Identification and quantification of components in extracts of Uncaria tomentosa by HPLC-ES/

    MS. Phytochemical Analysis, v.15, p.55-64, 2004.

    MUR, E.; HARTIG, F.; EIBL, G.; SCHIRMER, M. Randomized double blind trial of an extract from the pentacyclic alkaloidchemotype of Uncaria tomentosa for the treatment of rheumatoid arthritis. Journal of Rheumatology, v.29, p.678-681, 2002.

    OBREGÓN-VILCHES, L. Uña de Gato. Género Uncaria. Estudios botánicos, químicos y farmacológicos de Uncaria tomentosa y Uncaria guianensis. 3.ed. Lima: Instituto de Fitoterapia Americano, 1997.

    PEREIRA, R.C.A. Micropropagação, indução de calos, características anatômicas e monitoramento dos biomarcadores de Uncaria tomentosa e Uncaria guianensis (unha de gato). Lavras, 186 p. Tese Doutorado, Universidade Federal de Lavras, 2004.

    PERO, R.W. Method of preparation and composition of a water soluble extract of the plant species Uncaria. US n. PI 6039949, 21 março 2000.

    PHILLIPSON, J.D.; HEMINGWAY, S.R. Chromatographic and spectroscopic methods for the identification of alkaloids from herbarium samples of the genus Uncaria. Journal of Chromatography, v.105, p.163-178, 1975.

    PISCOYA, J.; RODRIGUEZ, Z.; BUSTAMANTE, S.A.; OKUHAMA, N.N.; MILLER, M.J.S.; SANDOVAL, M. Efficacy and safety of freeze-dried cat’s claw in osteoarthritis of the knee: mechanisms of action of the species Uncaria guianensis. Inflammation Research, v.50, p.442-448, 2001.

    POLLITO, P.A.Z. Dendrologia, anatomia do lenho e status de conservação das espécies lenhosas dos gêneros Cinchona, Croton e Uncaria no estado do Acre, Brasil. 181p. Tese Doutorado, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, 2004.

    REVILLA, J. Plantas da Amazônia, oportunidades econômicas e sustentáveis. 2.ed. Manaus: SEBRAE-AM/INPA, 2001.

    RIDSDALE, C. A revision of Mitragyna and Uncaria (Rubiaceae). Blumea, v.24, p.43-100, 1978.

    RIZZI, R.; RE, F.; BIANCHI, A.; DE FEO, V.; DE SIMONE, F.; BIANCHI, L.; STIVALA, L.A. Mutagenic and antimutagenic activities of Uncaria tomentosa and its extracts. Journal of Ethnopharmacology, v.38, p.63, 1993.

    ROCHA, S.F.R.; SCARDA, F.M.; SOUZA, N.N.; SILVA, A.F.C.; MARTINS, F.S.; FERREIRA, G.S.; FERREIRA, C.F.A.; RAMOS, F.M.; PEREIRA, R.O.; MOREIRA, L.F. Uso de

    informações populares no delineamento de estratégias de uso, conservação e coleta de germoplasma de espécies medicinais do gênero Uncaria (Rubiaceae) na reserva de desenvolvimento sustentável Mamirauá (AM). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.6, p.28-35, 2004.

    SANDOVAL, M.; OKUHAMA, N.N.; ZHANG, X.J.; CONDEZO, L.A.; LAO, J.; ANGELES, F.M.; MUSAH, R.A.; BOBROWSKI, P.; MILLER, M.J.S. Anti-inflammatory and antioxidant activities of cat’s claw (Uncaria tomentosa and Uncaria guianensis) are independent of their alkaloid content. Phytomedicine, v.9, p.325-337, 2002.

    SENATORE, A.; CATALDO, A.; IACCARINO, F.P.; ELBEERTI, M.G. Ricerche fitochimiche e biologiche sull’Uncaria tomentosa. Bollettino- Societa Italiana Biologia

    Sperimentale, v.65, p.517-520, 1989.

    SHENG, Y.; LI, L.; HOLMGREN, K.; PERO, R.W. DNA repair enhancement of aqueous extracts of Uncaria tomentosa in a human volunteer study. Phytomedicine, v.8,

    p.275-282, 2001.

    SHENG, Y.Z.; BRYNGELSSON, C.; PERO, R.W. Enhanced DNA repair, immune function and reduced toxicity of C-MED-100TM, a novel aqueous extract from Uncaria tomentosa. Journal of Ethnopharmacology, v.69, p.115-126, 2000.

    SPIEGELFELD, C. Cat’s claw herbal remedy. Trade & Enviromental Database (TED) Case Studies, v.15, n.1, 772, 2005. Disponível em: http://www.american.edu/ted/catsclaw.htm. Acesso em abril de 2006.

    STUART, A.G. Cat’s claw, 2005. Disponível em: http://www.herbalsafety.utep.edu/herbs-pdfs/catsclaw.pdf. Acesso em abril de 2006.

    STUPPNER, H.; STURM, S.; KONWALINKA, G. Capillary electrophoretic analysis of oxindole alkaloids from Uncaria tomentosa. Journal of Chromatography A, v.609, p.375, 1992a.

    STUPPNER, H.; STURM, S.; KONWALINKA, G. HPLC analysis of the main oxindole alkaloids from Uncaria tomentosa. Chromatographia, v.34, p.597-600, 1992b.

    TAYLOR, L. Herbal Secrets of the Rainforest. 2.ed. Austin: Sage Press, Inc., 2002.

    TREJO-TAPIA, G.; CERDA-GARCIA-ROJAS, C.M.; RODRIGUEZ-MONROY, M.; RAMOS-VALDIVIA, A.C. Monoterpenoid oxindole alkaloid production by Uncaria tomentosa (Willd) DC cell suspension cultures in a stirred tank bioreactor. Biotechnology Progress, v.21, p.786-792, 2005.

    VALENTE, L.M.M.; ALVES, F.F.; BEZERRA, G.M.; ALMEIDA, M.B.S.; ROSARIO, S.L.; MAZZEI, J.L.; D’AVILA, L.A.; SIANI, A.C. Desenvolvimento e aplicação de metodologia por cromatografia em camada delgada para determinação do perfil de alcalóides oxindólicos pentacíclicos nas espécies sul-americanas do gênero Uncaria. Revista Brasileira de Farmacognosia, v.16, n.2, 2006. No prelo.

    VALERIO, L.G.; GONZALES, G.F. Toxicological aspects of the South American herbs cat’s claw (Uncaria tomentosa) and maca (Lepidium meyenii). Toxicological Review, v.24, p.11-35, 2005.

    WAGNER, H.; KREUTZKAMP, B.; JURCIC, K. Die alkaloide von Uncaria tomentosa und ihre phagozytose-steigernde wirkung. Planta Medica, v.51, p.419-423, 1985.

    WINKLER, C.; WIRLEITNER, B.; SCHROECKSNADEL, K.; SCHENNACH, H.; MUR, E.; FUCHS, D. In vitro effects of two extracts and two pure alkaloid preparations of Uncaria tomentosa on peripheral blood mononuclear cells. Planta Medica, v.70, p.205-210, 2004.

    WURM, M.; KACANI, L.; LAUS, G.; KEPLINGER, K.; DIERICH, M.P. Pentacyclic oxindole alkaloids from Uncaria tomentosa induce human endothelial cells to release a lymphocyte-proliferation-regulating factor. Planta Medica, v.64, p.701-704, 1998.

  • Histórico do artigo

    • Data de submissão:
    • Data de publicação:
  • Licença


    1. DIREITOS CEDIDOS - A cessão total não exclusiva, permanente e irrevogável dos direitos autorais patrimoniais não comerciais de utilização de que trata este documento inclui, exemplificativamente, os direitos de disponibilização e comunicação pública da OBRA, em qualquer meio ou veículo, inclusive em Repositórios Digitais, bem como os direitos de reprodução, exibição, execução, declamação, recitação, exposição, arquivamento, inclusão em banco de dados, preservação, difusão, distribuição, divulgação, empréstimo, tradução, dublagem, legendagem, inclusão em novas obras ou coletâneas, reutilização, edição, produção de material didático e cursos ou qualquer forma de utilização não comercial.

    2. AUTORIZAÇÃO A TERCEIROS - A cessão aqui especificada concede à FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ o direito de autorizar qualquer pessoa – física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira – a acessar e utilizar amplamente a OBRA, sem exclusividade, para quaisquer finalidades não comerciais, nos termos deste instrumento.

    3. USOS NÃO COMERCIAIS - Usos não comerciais são aqueles em que a OBRA é disponibilizada gratuitamente, sem cobrança ao usuário e sem intuito de lucro direto por parte daquele que a disponibiliza e utiliza.

    4. NÃO EXCLUSIVIDADE - A não exclusividade dos direitos cedidos significa que tanto o AUTOR como a FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ou seus autorizados poderão exercê-los individualmente de forma independente de autorização ou comunicação, prévia ou futura.

    5. DIREITOS RESERVADOS - São reservados exclusivamente ao(s) AUTOR(es) os direitos morais sobre as obras de sua autoria e/ou titularidade, sendo os terceiros usuários responsáveis pela atribuição de autoria e manutenção da integridade da OBRA em qualquer utilização. Ficam reservados exclusivamente ao(s) AUTOR(es) e/ou TITULAR(es) os usos comerciais da OBRA incluída no âmbito deste instrumento.

    6. AUTORIA E TITULARIDADE - O AUTOR declara ainda que a obra é criação original própria e inédita, responsabilizando-se integralmente pelo conteúdo e outros elementos que fazem parte da OBRA, inclusive os direitos de voz e imagem vinculados à OBRA, obrigando-se a indenizar terceiros por danos, bem como indenizar e ressarcir a FIOCRUZ - FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ de eventuais despesas que vierem a suportar, em razão de qualquer ofensa a direitos autorais ou direitos de voz ou imagem, principalmente no que diz respeito a plágio e violações de direitos.

    7. GRATUIDADE - A cessão e autorização dos direitos indicados e estabelecidos neste Instrumento será gratuita, não sendo devida qualquer remuneração, a qualquer título, ao autor e/ou titular, a qualquer tempo.