Etnobotânica, etnofarmacologia e farmacologia das espécies Acanthaceae, Aizoaceae, Alismataceae e Amaranthaceae

Oliveira G., K., d.,
Vicente M., M.,
Otenio J., K.,
Poplawski Carneiro V., P.,
Gumy M., P.,
Velasquez L., G.,
Botelho Lourenço E., L.,
Jacomassi E.

Geysse Kelle de Oliveira

Universidade Paranaense, UNIPAR, Faculdade de Farmácia. Praça Mascarenhas de Moraes, 4282, Centro, CEP 87502-210, Umuarama, PR, Brasil.

Graduanda do curso de Farmácia da Universidade Paranaense-UNIPAR, atualmente atua como auxiliar de laboratório em farmácia de manipulação, com experiência em manipulação de produtos sólidos, semi-sólidos, líquidos e no controle de qualidade de matérias-primas.

Monisi Martins Vicente

Universidade Paranaense, UNIPAR, Faculdade de Farmácia. Praça Mascarenhas de Moraes, 4282, Centro, CEP 87502-210, Umuarama, PR, Brasil.

Graduanda em Farmácia generalista pela UNIPAR - Universidade Paranaense, atua na área de farmácia de dispensação comercial. Possui ensino médio pelo Colégio Estadual João theotônio netto(2011). Tem experiência na área de Farmácia. 

Joice Karina Otenio

Universidade Paranaense (UNIPAR), Praça Mascarenhas de Moraes, 4282, Zona III, Umuarama, CEP: 87.502-210, PR, Brasil.

Formada em Farmácia Generalista pela Universidade Paranaense - UNIPAR. Iniciou a graduação no curso de Farmácia Generalista em 2012. Participou do Conselho Regional de Farmácia do Paraná Júnior (CRF-PR Júnior) durante os cinco anos da graduação. Em 2013, atuou como monitora na disciplina de Anatomia Humana e como bolsista de Iniciação Científica (PIBIC) na área de Farmacologia com o projeto: Estudo da toxicidade crônica de formulação fitoterápica obtida de Tropaeolum majus L. Em 2014 atuou como Bolsista (PIBIC) na área de Farmacologia Cardiovascular com projeto: Investigação dos efeitos hipolipemiantes e antiaterogênicos de Cuphea carthagenensis Cham. & Schltdl (Lythraceae) em modelo experimental de aterosclerose. Em 2014 e 2015 foi monitora da disciplina de Botânica aplicada a Farmácia. No ano de 2015 foi bolsista na área de Toxicologia com o projeto: Screening da interferência dos organofosforados em relação à função da tireoide. Em 2016 atuou como monitora da disciplina de Hematologia Clínica e foi estagiária na Empresa Vitalle Farmácia de Manipulação, onde realizou o controle de qualidade de matéria- prima, além de auxílio na realização de preparações aos laboratórios de semi-sólidos, sólidos e homeopatia. Graduada em Farmácia Generalista pela Universidade Paranaense - UNIPAR (2016). Em Janeiro de 2017 ingressou na Empresa Laboratório Reunidos de Umuarama como Farmacêutica-Bioquímica onde trabalha até o momento, atua nas áreas de Imunologia, Uroanálise, Citologia, Microbiologia, Parasitologia, Hematologia e Bioquímica. Responsável pelo setor de Microbiologia/Citologia.

Vaneza Paula Poplawski Carneiro

Prefeitura Municipal de Francisco Beltrão. Rua Octaviano Teixeira dos Santos, Centro, CEP 85601-030, Francisco Beltrão, PR, Brasil

Graduada Bacharel em Economia Domestica pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná- UNIOESTE (2004). Graduada Licenciatura em Economia Doméstica pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná- UNIOESTE (2005). Possui especialização em Gestão Empresarial pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná- UNIOESTE (2010). Atua como Economista Doméstico na Prefeitura Municipal de Francisco Beltrão, Secretária de Agricultura.

Mariane Pavani Gumy

Universidade Paranaense (UNIPAR), Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica. Unidade de Pronto Atendimento UPA. Rodovia Perimetral Norte, Padre Ulrico, CEP 85604-278 - Francisco Beltrão, PR, Brasil

Farmacêutica graduada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG (1999). Especialista em Farmacologia pela Universidade Paranaense - UNIPAR; Controle de Qualidade de Alimentos pela Universidade Federal de Lavras - UFLA e Gestão da Qualidade na Tecnologia de Alimentos pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR. Mestranda em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica pela Universidade Paranaense - UNIPAR. Responsável Técnica pela Farmácia da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas - UPA 24 horas de Francisco Beltrão.

Leonardo Garcia Velasquez

Emerson Luiz Botelho Lourenço

Universidade Paranaense (UNIPAR), Praça Mascarenhas de Moraes, 4282, Zona III, Umuarama, Paraná, CEP: 87.502-210

Coordenador e Docente do Programa de Mestrado Profissional em Plantas Medicinais e Fitoterapia na Atenção Básica - UNIPAR.

Ezilda Jacomassi

Universidade Paranaense (UNIPAR), Campus Sede Umuarama, Praça Mascarenhas de Moraes, 4282, Zona III, Umuarama, Paraná, CEP: 87.502-210

Professora Titular da Universidade Paranaense - UNIPAR, atuando nos Cursos de Graduação em Farmácia e Engenharia Agronômica, na disciplina de botânica. Professora do Programa de Mestrado Profissional em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na atenção Básica à Saúde. Coordenadora do Horto Medicinal da UNIPAR. Doutorado e Mestrado em Ciências Biológicas, área de concentração em Botânica, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Especialização em Educação Ambiental pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Principais temas de atuação nos trabalhos acadêmicos: Botânica Estrutural, Sistemática Vegetal, Plantas Medicinais, Etnobotânica e Etnofarmacologia. Docente do curso de farmácia da Universidade Paranaense UNIPAR, Instituto de Ciências Biológicas, Médicas e da Saúde, Departamento de Farmácia


Palavras-chave

Ethnobotany
Ethnopharmacology
Medicinal plants
Popular usage
Chemical composition
Adverse effects
Etnobotânica. Etnofarmacologia. Plantas Medicinais. Uso Popular. Composição Química. Efeitos Adversos.

Resumo

O presente trabalho objetivou realizar através de pesquisa bibliográfica um levantamento de informações etnobotânicas, etnofarmacológicas e farmacológicas das espécies medicinais das famílias Acanthaceae, Aizoaceae, Alismataceae e Amaranthaceae cultivadas no Horto Medicinal do Campus 2 da Universidade Paranaense - UNIPAR, localizada em Umuarama - PR. Para tanto, utilizou-se as seguintes bases de dados: Medline, PubMed, SciElo e Google Acadêmico, onde foram pesquisadas as palavras-chave: etnobotânica, etnofarmacologia, plantas medicinais, uso popular, ação farmacológica, composição química, efeitos adversos, além dos nomes científicos das espécies.  As quatro famílias abordadas neste estudo, somaram 14 espécies, sendo a maioria delas (11 espécies) de uso medicinal com informações etnobotânicas e etnofarmacológicas registradas na literatura consultada. No entanto, somente 5 espécies apresentaram estudos farmacológicos comprovando os usos populares. E, apenas 3 espécies são de uso exclusivamente ornamental.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/producao/revistafitos/revistafitos/cache/t_compile/b34ab04fcf545e3f8b1dac68217b3903ae5fd251^addd65021fadf964339ab08cd1aa93ba59b14e9c_0.app.frontendobjectsarticledet.php on line 407