Nanoemulsões formuladas para uso tópico: estudo de síntese e toxicidade

Porto, A S;
Almeida, I V d;
Vicentini, , V. E. P.

Alice Sperandio Porto

Universidade de Brasília (UNB), Instituto de Ciências Biológicas, campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte, CEP 70.910-900 Brasília, DF, Brasil. Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Rua Rio Amazonas, 151, Jardim dos Imigrantes, Ji-Paraná, RO, Brasil.

Possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal de Rondônia. É Bacharel em Farmácia e Bioquímica (com ênfase em Análises Clínicas) pela Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal, Especialização em Biologia e Educação Ambiental, Especialização em Análises Clínicas. Mestrado em Nanociência e Nanobiotecnologia pela Universidade de Brasília (UnB). Atualmente é aluna de Doutorado em Nanociência e Nanobiotecnologia pela UnB e Professora de Biologia do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO). Atuou como membro do comitê de ética / área da saúde do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia. Tem experiência na área Microscopia, Citologia, Biotecnologia e Nanobiotecnologia.

Igor Vivian de Almeida

Universidade Federal Rural da Amazônia, Congregação, campus Capitão Poço. Estrada Pau Amarelo, s/n, Vila Nova, CEP 68650-000, Capitão Poço, PA, Brasil.

Doutor em Biologia Comparada pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), área de concentração Biologia das Interações Orgânicas (2015 - Genética e Biologia Molecular). Mestre em Biologia Comparada (2013), Licenciado e Bacharel em Ciências Biológicas (2010) pela mesma Instituição. Atualmente é Professor da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), campus de Capitão Poço. Foi Professor Adjunto do Departamento de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular/UEM (2014-2020). Atua na área de Biotecnologia, com ênfase em Epidemiologia Molecular e Carcinogênese Humana, Toxicogenômica, Mutagênese e Monitoramento Ambiental.

Verônica Elisa Pimenta Vicentini

Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular, CCB-DBC-Laboratório de Mutagênese e Monitoramento Ambiental-LMMA (H67-11). Avenida Colombo, 5790, CEP 87020-900, Jardim Universitário, Maringá, PR, Brasil.

Graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto-USP, Mestrado em Genética pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP e Doutorado em Genética pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP. Docência: Professor - TIDE da Universidade Estadual de Maringá-PR (desde 1982) e PROFESSOR TITULAR em Mutagênese e Monitoramento Ambiental pela UEM (2017). Pós-Graduação: Professor Permanente dos Programas de Pós-Graduação em Biologia Comparada (Ecologia, Genética) e em Biotecnologia Ambiental (Mutagênese e Monitoramento Ambiental), em nível de Mestrado e Doutorado. Pesquisa: Atua na área de Genética (Mutagênese, Toxicogenética e Saúde), com ênfase em Efeitos Citogenéticos, Citotóxicos, Genotóxicos, Mutagênicos, Antimutagênicos e Radioprotetores, de Compostos Químicos, Físicos e Biológicos, de Plantas Medicinais e Compostos Químicos Naturais e Metabólitos de Fungos Endofíticos, de Medicamentos Sintéticos, Radiofármacos e Nanopartículas; e de Ecotoxicologia (Ecologia, Biodiversidade e Ecossistema), com ênfase em Monitoramento Ambiental em Efeitos em Águas (rios e córregos), Efluentes e Despejos de Diferentes Fontes (urbano, rural e industrial); Usando Sistemas-teste in vivo: peixe, rato e cebola, e in vitro: cultura de células humanas e animais, normais e tumorais. Bolsista Produtividade CNPq-PQ-2.


Palavras-chave

Allopathic
Nanobiotechnology
Nanoparticle
Vegetable oil
Alopático
Nanobiotecnologia
Nanopartícula
Óleo vegetal

Resumo

A Nanotecnologia tem se destacado significativamente em diversas áreas da ciência, em especial, na área farmacêutica. Os nanocarreadores de fármacos apresentam uma alternativa segura e eficaz, apresentando propriedades importantes do ponto de vista farmacoterápico. Sob esse aspecto, destacam-se as nanoemulsões como veículo de fármacos já consagrados. Trata-se de sistemas constituídos por glóbulos bastante reduzidos, em escala manométrica, que podem veicular princípio ativo sendo ainda adequados à distribuição de substâncias ativas na pele, permitindo maior absorção. Dentro deste contexto, o presente estudo de revisão descreve metodologias de síntese de nanoemulsões utilizando para composição da fórmula, extratos e óleos vegetais, medicamentos alopáticos convencionais e nanopartículas metálicas.


Referências

  1. Contreras CAM. Efeito da nanoemulsão lipídica associada a paclitaxel na prevenção da doença vascular do coração transplantado. Estudo experimental em coelhos. São Paulo. 2010. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Ciências / Programa de Cirurgia Torácica e Cardiovascular] - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, USP. São Paulo. 2010. [CrossRef] [Link].
  2. Cappelaro AMS. Desenvolvimento de nanoemulsão combinando os fármacos Leishmanicidas miltefosina e fluconazol para uso oral. São Paulo; 2012. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Farmácia] - Universidade Bandeirante de São Paulo. [Link].
  3. Irache JM, Esparza I, Gamazo C, Agueeros M, Espuelas S. Nanomedicine: Novel approaches in human and veterinary therapeutics. Vet Parasitol. 2011; 180(1-2): 47-71. [CrossRef] [PubMed]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  4. Sidônio IAP. Avaliação do efeito letal da nanoemulsão de Rosmarinus officinalis L. sobre Bactrocera carambolae Drew e Hancock (DIPTERA: TEPHRITIDAE). Macapá; 2017. 51 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical] - Universidade Federal do Amapá, UNIFAP. Macapá. 2017. [Link].
  5. Sanches AR, Stulzer HK, Desenvolvimento e avaliação de nanoemulsões contendo o antiviral Acyclovir. Anais do XIX EAIC – UNICENTRO. 2010. Acesso em: 15 de nov. 2019. Disponível em: [Link].
  6. Assunção LS. Desenvolvimento e caracterização de nanopartículas poliméricas ricas em β-caroteno obtidas pela técnica de deslocamento de solvente. Salvador. 2016. 108 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciência de Alimentos] - Faculdade de Farmácia. Universidade Federal da Bahia, UFBA. 2016. [Link].
  7. Zibetti FM. Desenvolvimento de formulação nanoestruturada contendo óleo essencial de Rosmarinus officinalis l. para o tratamento tópico do herpes. Niterói. 2016. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas a Produtos da Saúde] - Universidade Federal Fluminense, UFF. Niterói. 2016. [Link].
  8. Ostertag F, Weiss J, Mcclements DJ. Low-energy formation of edible nanoemulsions: Factors influencing droplet size produced by emulsion phase inversion. J Colloid Interf Sci. 2012; 388(1): 95-102. [CrossRef] Disponívem em: [Link]. Acesso em: 14 de nov. 2019.
  9. Pey CM, Maestro A, Solé I, González C, Solans C, Gutiérrez JM. Optimization of nano-emulsions prepared by low-energy emulsification methods at constant temperature using a factorial desing study. Coll Surf A: Physucochem. 2006; 288(1-3): 144-150. Disponível em: [Link]. Acesso em 14 de nov. 2019.
  10. Contente DML. Obtenção e caracterização de nanoemulsão óleo em água a partir de óleo de açaí (Euterpe oleracea M.). Belém. 2016. 92 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós Graduação em Ciências Farmacêuticas] - Universidade Federal do Pará, UFPA. Belém. 2016. [Link].
  11. Porto AS. Desenvolvimento de nanoemulsões O/A a base de óleo de copaíba, incorporadas com nanopartículas magnéticas de zinco. Brasília; 2015. xiii, 100 f., il. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Nanociência e Nanobiotecnologia] - Universidade de Brasília, UNB. Brasília. 2015. [CrossRef] [Link].
  12. Sólans C, Izquierdo P, Nolla J, Azemar N, Celma MJG. Nanoemulsions. Curr Opin Coll Interf Sci. 2005; 10(3-4): 102-110. [CrossRef]. Disponível em: [Link]. Acesso em: 19 de nov. 2019.
  13. Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. ANVISA. Resolução nº 2, de 15 de janeiro de 2007. Aprova o Regulamento Técnico sobre Aditivos Aromatizantes/Aromas e revoga a Resolução nº. 104 de 14 de maio de 1999; Brasília.
  14. Pereira GG. Obtenção de nanoemulsões O/A à base de óleo de semente de uva e oliva aditivadas de metoxicinamato de octila e estudo do potencial antioxidante e fotoprotetor das emulsões. Ribeirão Preto; 2008. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas] - Universidade de São Paulo, USP. Ribeirão Preto. 2008. [CrossRef] [Link].
  15. Morais JM, Santos ODH, Nunes JRL, Zanatta CF, Rocha-Filho PA. W/O/W multiple emulsion obtained by one-step emulsification method and evaluation of the involved variables. J Disper Sci Technol. 2008; 29(1): 63-69. [CrossRef]. Disponível em: [Link]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  16. Florence AT, Whittehill D. The formulation and stability of multiple emulsions. Inter J Pharm. 1982; 11(4): 277-308. ISSN 0378-5173. [CrossRef]. Acesso em: 11 de nov. 2019.
  17. Luiz C. Nanoemulsões de aloe vera e óleos essenciais de Melaleuca alternifolia e Cymbopogon martinii como indutores de resistência contra a mancha angular do morangueiro (xanthomonas fragarie). Florianópolis. 2017. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais] - Centro de Ciências Agrárias. Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. Florianópolis. 2017. [Link].
  18. Romeiro JG. Avaliação da ação epigenética e da citotoxicidade de um derivado de um análogo da curcumina veiculado em nanoemulsão lipídica em linhagens tumorais. São Paulo; 2013. 65f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Farmácia] - Universidade Bandeirante de São Paulo, UNIBAN. São Paulo. 2013. [Link].
  19. Mezadri H. Desenvolvimento de nanoemulsão contendo extratos dos frutos de Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman e estudo fitoquimico desses extratos. Ouro Preto; 2010. 94 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas] - Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP. Ouro Preto. 2010. [Link].
  20. Rosani L. Desenvolvimento e estudo da estabilidade de nanoemulsões do tipo óleo em água com óleos vegetais. São Carlos; 2011. 85 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Química] - Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR. São Carlos; 2011. [Link].
  21. Rodrigues LM. Desenvolvimento e estudo de estabilidade preliminar de emulsões óleo/água (O/A) a base de óleos vegetais para prevenção e/ou adjuvante no tratamento de úlceras por pressão. Brasília. 2013. 45 f. Monografia de Conclusão de Curso. [curso de Farmácia], Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia. Disponível: [Link]. Acesso em: 23 de set. 2020.
  22. Oliveira PF, Costa JA, Spinelli L, Mansur CRE. Determinação da temperatura de inversão de fases de sistemas óleo/água/tensoativo por reometria. Anais do 10º Congresso Brasileiro de Polímeros, Foz do Iguaçu. 2009. Disponível em: [Link]. Acesso em: 18 de nov. 2019.
  23. Frederico Pinto NO. Desenvolvimento de nanoformulações do óleo essencial de Lippia sidoides Cham. Fortaleza. 2014. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química] - Departamento de Engenharia Química. Universidade Federal do Ceará, UFC. Fortaleza. 2014. [Link].
  24. Preto VLSM. Desenvolvimento de microemulsões para aplicação tópica. Bragança; 2016. 94 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química] - Instituto Politécnico de Bragança, IBP. Bragança, Portugal. 2016.
  25. Saavedra, M.G. Avaliação da atividade larvicida da nanoemulsão do óleo essencial das raízes de Philodendron fragrantissimum (hook.) g.don (araceae) contra Aedes aegypti (linnaeus 1762) (Diptera: Culicidae). Macapá; 2018. 80 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde] - Universidade Federal do Amapá, UNIFAP. Macapá. 2018. [Link].
  26. Souza PA. Determinação do fator de proteção solar in vitro e avaliação da estabilidade preliminar de emulsão de água em silicone contendo extratos de Ginkgo biloba l. (Ginkgoaceae) e própolis verde. Juiz de Fora. 2016. Monografia de Conclusão de curso. [Graduação em Farmácia] - Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF. Juiz de Fora. 2016.
  27. Nascimento VSA. Sistemas microemulsionados contendo óleo essencial de lippia gracilis: obtenção, caracterização e potencial ação amebicida. São Cristovão; 2016. 91 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas] - Universidade Federal de Sergipe, UFS. São Cristóvão. SE. 2016.
  28. Rocha ACF. Desenvolvimento de nanoemulsão contendo extratos de folhas de Aleurites moluccanus L. Willd (Euphorbiaceae) com atividade anti-inflamatória tópica. Itajaí; 2017. 163 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas] - Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI. Itajaí. 2017. [Link].
  29. Bertoldi FC, Marchiori NC, Furtado W, Almeida AR, Maciel MVOB, Barreto PLM. Nanoemulsão de óleo essencial de Acícula de Pinus taeda l. III Congresso óleos e gorduras. Campinas, São Paulo. 2018; p.36. Disponível em: [Link].
  30. Kourniatis LR, Spinelli LS, Mansur CR. Nanoemulsões óleo de laranja/água preparadas em homogeneizador de alta pressão. Rev Quím Nova. 2010; 33(2): 295-300. ISSN 0100-4042. [CrossRef]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  31. Daboit TC. Nanoemulsões de anfotericina b e itraconazol: avaliação da atividade antifúngica in vitro e in vivo em agentes da Cromoblastomicose. Porto Alegre; 2013. 225 f. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas]. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRS. Porto Alegre. 2013. [Link].
  32. Araújo GMF. Nanoemulsões de Anfotericina-B: desenvolvimento, caracterização e atividade leishmanicida. Campina Grande. 2013. 93 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Farnacêuticas] - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2013. [Link].
  33. Marques MV, Medeirosa BP, Alves SL, Barreto LV, Lima EM, Zampieria ALTC. Desenvolvimento e avaliação de nanoemulsões contendo ibuprofeno para aplicação tópica. Rev Biotecnol Ciên. 2015; 4(1Supl.Esp.). II Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central. ISSN 2238-6629. [Link]. Acesso em: 14 de nov. 2019.
  34. Sajjadi S, Jahanzad F, Brooks BW. Phase inversion in abnormal O/W/O emulsions: effect of surfactant concentration. Ind Eng Chem Res. 2002; 41(24):6033-6041. [CrossRef]. Disponível em: [Link]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  35. Botelho BO, Melo DCA, Fontes CS, Queiroz, VT, Costa AV, Martins IVF. Aplicação de nanoemulsões na agricultura e medicina veterinária. Cap. 10. Tópicos especiais em ciência animal VII. 2018. p.143-156. ISBN: 978-85-54343-12-5. Disponível em: [Link].
  36. Bruxel F, Laux M, Bartmann W, Fraga M, Koester LS, Teixeira HF. Nanoemulsões como sistemas de liberação parenteral de fármacos. Rev Quím Nova. 2012; 35(9): ISSN 0100-4042. [CrossRef]. Acesso em: 14 nov. 2019.
  37. Santos PSS. Desenvolvimento e caracterização de microemulsões e microemulgeles contendo ibuprofeno. Portugal; 2015. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas e da Saúde] - FF-UP. 2015.
  38. Ferreira MS. Caracterização estrutural de sistemas formados por compostos siliconados: mesofases, microemulsões e nanoemulsões. Campinas. 2011. 125 f. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Ciências] – Instituto de Química. Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP. Campinas. 2011. [Link].
  39. Castro RML. Emulsão: uma revisão bibliográfica. João Pessoa. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso [Graduação em Farmácia] - Universidade Federal da Paraíba, UFPB. João Pessoa. 2015. [Link].
  40. Bedin AC. Nanoemulsões contendo Benzoilmetronidazol: desenvolvimento, caracterização e estudo de liberação in vitro. Toledo. 2011. 110 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Farmacologia] - Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Toledo, 2011. [Link].
  41. Lui W, Sun D, Li C, Liu Q, Xu J. Formation and stability of parafin oil-inwater nanoemulsions prepared by the emulsion inversion point method. J Colloid Inter Sci. 2005; 303(2): 557-563. ISSN 0021-9797. [CrossRef]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  42. Bernardi DS. Desenvolvimento de nanoemulsão de óleo de arroz como adjuvante no tratamento de dermatite atópica e psoríase. Ribeirão Preto. 2011. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Ciências] - Universidade de São Paulo, USP, Ribeirão Preto. 2011. [CrossRef] [Link].
  43. Morales D, Guierrrez JM, Gracia-Celma MJ, Solans YC. A study of the relation between biocontinuous microemulsions and oil/water nanoemulsion formation. Langmuir. 2003; 19(18): 7196–7200. [CrossRef]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  44. Becher P. Emulsions: theory and practice. 3rd ed. New York: Oxford University Press. J Am Chem Soc. 2002; 124(26): 7876–7877. 514p. ISBN: 0-8412-3496-5. [CrossRef].
  45. Lachman L, Lieberman HA, Kanig JL. Teoria e Prática na Indústria Farmacêutica. trad.: Pinto JF, Ana IF. Editora Fundação Calouste Gulbenkian. 2001; vol. II, p. 509-1517.
  46. Rosen MJ, Kunjappu JT. Surfactants and Interfacial Phenomena [on-line]. Wiley. 4º ed; 2012. Disponível em: [Link]. Acesso em: 13 nov. 2019.
  47. Gomes FES. Obtenção de sistemas microemulsionados e estudo de simulação por dinâmica molecular de sistemas micelares objetivando a veiculação de produtos bioativos. Natal. 2010. 174 f. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Química /Fitoquímica] – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN. Natal. 2010. [Link].
  48. Rossi CGFT, Dantas TNDeC, Dantas Neto AA, Maciel MAM. Microemulsões: uma abordagem básica e perspectivas para aplicabilidade industrial. Rev Ciên Ex Terra Serop. 2007; 26(1-2): 45-67. Disponível em: [Link]. Acesso em: 18 de nov. 2019.
  49. Vale T Y F. Desenvolvimento de tensoativos e sistemas microemulsionados para a recuperação de petróleo. Natal; 2009. 276 f. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Química] - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN. Natal. 2009.
  50. Oliveira AC. Avaliação da aplicação de microemulsão, nanoemulsão e solução de tensoativo na recuperação avançada de petróleo. Natal; 2015. Trabalho de Conclusão de Curso [Graduação em Química] - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Disponível em: [Link]. Acesso em: 23 de set. 2020.
  51. Silva C, Martini E, Tavares G, Silveira T, Oliveira MC, Teixeira E. Caracterização físico-química de nanoemulsões catiônicas como sistemas de liberação de oligonucleotídeos. Acta Farm Bonae. 2006. 25 (1): 17-21. ISSN 0326-2383. Disponível em: [Link]. Acesso em: 17 de nov. 2019.
  52. Tadros T, Izquierdo P, Esquena J, Solans, C. Formation and stability os nanoemulsions. Adv Colloid Interf Sci. 2004; 108-109: 303-318. [CrossRef]. Disponível em: [Link]. Acesso em: 19 de nov. 2019.
  53. Setyawati MI, Tay CY, Docter D, Stauber RH, Leong DT. Understanding and exploiting nanoparticles intimacy with the blood vessel and blood. Chem Society Rev. 2015; 44(22). [CrossRef]. Disponível em: [Link]. Acesso em: 17 de nov. 2019.
  54. Freitas SCMP. Veiculação do quimioterápico paclitaxel em nanoemulsões lipídicas no tratamento da aterosclerose experimental: importância do tamanho das partículas da nanoemulsão. São Paulo. 2016. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Ciências] - Universidade de São Paulo, USP. São Paulo. 2016. [CrossRef].
  55. Santos AMO. Análise química e efeitos letais e sub-letais do óleo essencial de patchouli e sua nanoemulsão em populações de Sithopilus zeamais (Coleoptera: Curculionidae). São Cristovão; 2013. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Recursos Naturais] - Universidade Federal de Sergipe, UFS. São Cristóvão. 2013.
  56. Pereira, V S, Saraiva, CRN., Rocha, JE, da Costa Lopes, J, do Nascimento Silva, MK, Bandeira, SMF, da Costa, J. G. M. (2014). Estudo químico, toxicidade e atividade antibacteriana do óleo essencial de Ocimum gratissimum. Rev Interf Saú Human Tecnol.
  57. Braquehais ID, Vasconcelos FR, Ribeiro ARC, Da Silva ARA, Franca MGA, De Lima DR et al. Estudo preliminar toxicológico, antibacteriano e fitoquímico do extrato etanólico das folhas de Jatropha mollissima (Pohl) Baill. (pinhão-bravo, Euphorbiaceae), coletada no Município de Tauá, Ceará, Nordeste Brasileiro. Rev Bras Pl Med. 2016; 18(2 Supl 1): 582-587. ISSN 1983-084X. [CrossRef]. Acesso em: 14 nov. 2019.
  58. Silva RC. Fototoxicidade de nanoemulsão de extrato de crajiru (Arrabidaea chica) em linhagem de células de adenocarcinoma mamário murino (4t1). Brasília; 2013. 125 f. Tese de Doutorado [Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal] - Universidade de Brasília, UNB. Brasília. 2013. [Link].
  59. Oliveira ACM, Fontana A, Negrini TC, Nogueira MNM, Bedran TBL, Andrade CR et al. Emprego do óleo de Melaleuca alternifolia Cheel (Myrtaceae) na odontologia: perspectivas quanto à utilização como antimicrobiano alternativo às doenças infecciosas de origem bucal. Rev Bras Pl Med. 2011; 13(4): 492-499.
  60. De Pinho L et al. Atividade antimicrobiana de extratos hidroalcoolicos das folhas de alecrim-pimenta, aroeira, barbatimão, erva baleeira e do farelo da casca de pequi. Ciên Rural. 2012; 42(2). ISSN 0103-8478. [CrossRef]. Acesso em: 15 de nov. 2019.
  61. Mendes LPM, Maciel K, Vieira ABR, Mendonça LCV, Silva R, Rolim-Neto PJ et al. Atividade antimicrobiana de extratos etanólicos de Peperomia pelúcida e Portulaca pilosa. Rev Ciên Farm Bás Aplic. 2011; 32(1): 121-125. ISSN 1808-4532. [Link]. Acesso em: 12 de nov. 2019.
  62. De Bessa NGF, Borges JCM, Beserra FP, Carvalho RHA, Pereira MAB, Fagundes R et al. Prospecção fitoquímica preliminar de plantas nativas do cerrado de uso popular medicinal pela comunidade rural do assentamento vale verde – Tocantins. Rev Bras Pl Med. 2013; 15(4 Supl1): 692-707. ISSN 1516-0572. Disponível em: [CrossRef]. Acesso em: 14 nov. 2019.
  63. Lyra LPS. Desenvolvimento de nanoemulsão de geranial e óleo essencial da palmarosa (Cymbopogon martinii) e sua ação inibitória sobre linhagens de Cutibacterium acnes. Botucatu. 2019. 129 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada] – Instituto de Biociências. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, UNESP. Botucatu. 2019. [Link].
  64. Godoi SN. Avaliação da cito-genotoxicidade e da atividade frente a haemonchus contortus de nanoemulsões contendo óleo de eucalipto. Santa Maria. 2018. 92 f. Dissertação de Mestrado [Programa de Pós-Graduação em Nanociências] - Universidade Franciscana de Santa Maria. Santa Maria. 2018. [Link].

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2020 Revista Fitos