Uso de Plantas Medicinais e Satisfação de Consumidores de Lojas de Produtos Naturais do Mercado Municipal de Curitiba, PR

Ghizi, A;
Mezzomo, , T. R.

Anabel Ghizi

Centro Universitário Campos de Andrade

Departamento de Nutrição, área de Nutrição Clínica e Fitoterapia

Thais Regina Mezzomo

Centro Universitário Campos de Andrade - UNIANDRADE

Departamento de Nutrição, área de Nutrição Clínica e Fitoterapia.


Palavras-chave

Plantas medicinais
fitoterapia
terapia complementar
Medicinal plants
herbal medicine
complementary therapy

Resumo

Este trabalho teve como objetivo conhecer a prevalência de consumo e as indicações de plantas medicinais de consumidores de lojas de produtos naturais. Estudo observacional transversal, com coleta de dados realizada no Mercado Municipal de Curitiba, PR, por meio de um questionário abordando o uso de plantas medicinais, modo, frequência, tempo e finalidade de uso, identificação do prescritor dessa planta, efeito(s) colateral(is), satisfação com o uso de plantas medicinais e avaliação de consumo de medicamentos concomitantemente. Entre os consumidores abordados, 82,69% utilizam plantas medicinais frequentemente, principalmente a erva cidreira (Melissa officinalis L.). O principal objetivo de uso é com função digestiva e a forma de preparo mais utilizada é a infusão com 73,08%. Observou-se 63,46% dos entrevistados afirmam fazer uso das plantas desde a infância, 75% as utilizam por influência dos pais e familiares e ainda, 46,15% fazem uso das plantas medicinais concomitantemente com medicamentos. Dos entrevistados, 98,07% referem estarem satisfeitos com os resultados obtidos. Concluiu-se que o uso de plantas medicinais por parte dos consumidores é bastante difuso e frequente, principalmente pelo conhecimento acumulado ao longo de gerações. Portanto, se faz necessária maior atenção a esse aspecto de utilização, visando evitar possíveis interações medicamentosas.

Referências

  1. AGUIAR, L.C.; BARROS, R.F.M. 2012 - Plantas medicinais cultivadas em quintais de comunidades rurais no domínio do cerrado piauiense (Município de Demerval Lobão, Piauí, Brasil). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.14, p.419-434.
  2. ARNOUS, A.H.; SANTOS, A.S.; BEINNER, R.P.C. 2005 - Plantas medicinais de uso caseiro - conhecimento popular e interesse por cultivo comunitário. Revista Espaço para a Saúde, v.6, p.1-6.
  3. BALBINOT, S.; VELASQUEZ, P.G.; DÜSMAN, E. 2013 - Reconhecimento e uso de plantas medicinais pelos idosos do Município de Marmeleiro – Paraná. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.15, p.632-638.
  4. BEZERRA, A.M.F.; BEZERRA, K.K.S.; SOUSA, L.C.F.S.; SOUSA, J.S.; BORG, M.G.B. 2012 - Plantas medicinais utilizadas pela comunidade de mimoso no município de Paulista, Paraíba – Brasil. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.7, p.06-11.
  5. BRASIL 2006 - Portaria nº 971 de 3 de maio de 2006. Aprova a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde.
  6. BRASIL 2009 – A ANVISA e o controle dos produtos derivados do tabaco. Agência Nacional de Vigilância Sanitária: Brasília.
  7. BRASIL 2011a - Formulário de Fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira. 1 ed. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília.
  8. BRASIL 2011b - Plantas medicinais e fitoterápicos. Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo: São Paulo.
  9. BRASIL 2012 – Práticas integrativas e complementares: plantas medicinais e fitoterapia na atenção básica. Série A. Normas e Manuais Técnicos. Cadernos de Atenção Básica, n. 31. Brasília.
  10. BRASIL 2013 - Resolução CFN n° 525/2013. Regulamenta a prática da fitoterapia pelo nutricionista, atribuindo-lhe competência para, nas modalidades que especifica, prescrever plantas medicinais, drogas vegetais e fitoterápicos como complemento da prescrição dietética e, dá outras providências.
  11. BRASILEIRO, B.G.; PIZZIOLO, V.R.; MATOS, D.S.; GERMANO, A.M.; JAMAL, C.M. 2008 - Plantas medicinais utilizadas pela população atendida no “Programa de Saúde da Família”, Governador Valadares, MG, Brasil. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v.44, p.629-635.
  12. CZELUSNIAK, K.E.; BROCCO, A.; PEREIRA, D.F.; FREITAS, G.B.L. 2012 - Farmacobotânica, fitoquímica e farmacologia do Guaco: revisão considerando Mikania glomerata Sprengel e Mikania laevigata Schulyz Bip. ex Baker. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.14, p.400-409.
  13. ETHUR, L.Z.; JOBIM, J.C.; RITTER, J.G.; OLIVEIRA, G.; TRINDADE, B.S. 2011 - Comércio formal e perfil de consumidores de plantas medicinais e fitoterápicos no município de Itaqui – RS. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.13, p.121-128.
  14. FEIJÓ, A.M.; BUENO, M.E.N.; CEOLIN, T.; LINCK, C.L.; SCHWARTZ, E.; LANGE, C.; MEINCKE, S.M.K.; HECK, R.M.; BARBIERI, R.L.; HEIDEN, G. 2012 - Plantas medicinais utilizadas por idosos com diagnóstico de Diabetes mellitus no tratamento dos sintomas da doença. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.14, p.50-56.
  15. FONSECA, A.L. 2008. Medicamentos fitoterápicos. Interações medicamentosas. 4.ed. EPUB. São Paulo.
  16. FRANÇA, I.S.X.; SOUZA, J.A.; BAPTISTA, R.S.; BRITTO, V.R.S. 2008 - Medicina popular: benefícios e malefícios das plantas medicinais. Revista Brasileira de Enfermagem, v.61, p.201-208.
  17. FUKUMASU, H.; LATORRE, A.O.; BRACCI, N.; GÓRNIAK, S.L.; DAGLI, M.L.Z. 2008 - Fitoterápicos e potenciais interações medicamentosas na terapia do câncer. Revista Brasileira de Toxicologia, v.21, p.49-59.
  18. MARLIÉRE, L.D.P.; RIBEIRO, A.Q.; BRANDÃO, M.G.L.; KLEIN. C.H.; ACURCIO, F.A. 2008 - Utilização de fitoterápicos por idosos: resultados de um inquérito domiciliar em Belo Horizonte (MG), Brasil. Revista Brasileira de Farmacognosia. v.18, p.754-760.
  19. MARTINS, G.R.H. 2011 - Padronização de medicamentos. São Paulo.
  20. MELO, R.R.; ARAÚJO, E.R.S.; SILVA, A.A.L.; RANDAU, K.P.; XIMENES, E.C.P.A. 2009 - Características farmacobotânicas, químicas e biológicas de Syzygium malaccense (L.) Merr.& l. M. Perry. Revista Brasileira de Farmácia, v.90, p.298-302.
  21. MONTEIRO, J. M.; ARAÚJO, E.L.; AMORIM, E.L.C.; ALBUQUERQUE, U.P. 2010 - Local markets and medicinal plant commerce: a review with emphasis on Brazil. Economic Botany, v.64, p.352-356.
  22. NASCIMENTO, J.E.; LACERDA, E.U.; NASCIMENTO, V.T.; MELO, J.G.; ALVES, B.S.; SILVA, L.M.; RAMOS, M.A.; LIMA, C.S.A.; ALBUQUERQUE, U.P.; AMORIM, E.L.C. 2005 - Produtos à base de plantas medicinais comercializados em Pernambuco - Nordeste do Brasil. Acta Farmacêutica Bonaerense, v.24, p.113-122.
  23. NICOLETTI, M.A.; OLIVEIRA JUNIOR, M.A.; BERTASSO, C.C.; CAPOROSSI, P.Y.; TAVARES, A.P.L. 2010 - Uso popular de medicamentos contendo drogas de origem vegetal e/ou plantas medicinais: principais interações decorrentes. Revista Saúde, v.4, p.25-39.
  24. OLIVEIRA, E.R.; MENINI NETO, L. 2012 - Levantamento etnobotânico de plantas medicinais utilizadas pelos moradores do povoado de Manejo, Lima Duarte – MG. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.14, p.311-320.
  25. PANIZZA, S.T.; VEIGA, R.S.; ALMEIDA, M.C. 2012. Uso tradicional de plantas medicinais e fitoterápicos. CONBRAFITO: São Luís.
  26. SILVA, B.Q.; HAHN, S.R. 2011 - Uso de plantas medicinais por indivíduos com hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus ou dislipidemias. Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde, v.2, p.36-40.
  27. SOUZA, C.M.P; BRANDÃO, D.O.; SILVA, M.S.P.; PALMEIRA, A.C.; SIMÕES, M.O.S.; MEDEIROS, A.C.D. 2013 - Utilização de plantas medicinais com atividade antimicrobiana por usuários do serviço público de saúde em Campina Grande – Paraíba. Revista Brasileira Plantas Medicinais, v.15, p.188-193.
  28. TOMAZZONI, M.I.; NEGRELLE, R.R.B.; CENTA, M.L. 2006 - Fitoterapia popular: A busca instrumental enquanto prática terapêutica. Texto Contexto Enfermagem, v.15, p.115-121.
  29. VEIGA JUNIOR, V.F. 2008 - Estudo do consumo de plantas medicinais na Região Centro-Norte do Estado do Rio de Janeiro: aceitação pelos profissionais de saúde e modo de uso pela população. Revista Brasileira de Farmacognosia, v.18, p.208-313.
  30. WERKMAN, C.; GRANATO, D.C.; KERBAUY, W.D.; SAMPAIO, F.C.; BRANDÃO, A.A.H.; RODE, S.M. 2008 - Aplicações terapêuticas da Punica granatum L. (romã). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.10, p.104-111.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.