Aspectos anatômicos e da composição do óleo essencial da folha de Triphasia trifolia (Burm. F.) P. Wilson (Rutaceae)

Soares, F M;
Marques, C A;
Torquilho, , H. d. S.

Felipe Marciano Soares

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Instituto de Biologia. Centro de Ciências da Saúde.. Avenida Carlos Chagas Filho, 373, Cidade Universitária, CEP 21941-902, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Graduando em Química com Atribuições Técnológicas,atuando na área de Botânica(Anatomia Vegetal) e Farmacobotânica,possuindo alguns conhecimentos básicos no Controle de qualidade da matéria prima vegetal,Citotoxidade e Fitoquímica.

Carlos Alexandre Marques

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, campus Nilópolis. Rua Coronel Délio Menezes Porto, 1045, Centro, CEP 26530-060, Nilópolis, RJ, Brasil

http://orcid.org/0000-0001-8578-709X

Graduou-se em Ciências Biológicas - Licenciatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ - 1998), tem mestrado em Botânica pela Universidade Federal de Viçosa - MG (2001) e doutorado em Biotecnologia Vegetal pela UFRJ (2007). É professor EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). Tem experiência nas áreas de Farmacobotânica, Anatomia Vegetal e Microscopia de Alimentos. É professor supervisor do laboratório de Microscopia do IFRJ, campus Nilópolis, líder do grupo de pesquisa - Plantas Medicinais, Alimentos e Química Aplicada do IFRJ e Editor-chefe da Revista Eletrônica Perspectivas da Ciência e Tecnologia do IFRJ.

Helena de Souza Torquilho

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Laboratório de Botânica e Microscopia em Alimentos. Rua Lúcio Tavares, CEP 26530-060, Nilópolis, RJ, Brasil.

Possui graduação em Licenciatura em Química pela Fundação Técnico Educacional Souza Marques (1986), Mestrado em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997) e Doutorado em Química Orgânica pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2001). Professora de ensino básico técnico tecnológico (EBTT) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Campus Nilópolis, nas disciplinas de química analítica e metodologia da pesquisa científica. Foi Coordenadora o Curso Técnico em Química do Campus Nilópolis e Pró-Reitora do Ensino Médio Técnico do IFRJ. Atualmente é Diretora Adjunta do Ensino Técnico e Qualificação Profissional do IFRJ. Publicações nos seguintes temas: óleo essencial, piperaceae - óleo essencial, lamiaceae.


Palavras-chave

Triphasia trifolia.
Rutaceae
Anatomia foliar
Óleo essencial
Triphasia trifolia
Rutaceae
Leaf anatomy
Essential oil

Resumo

Triphasia trifolia (Rutaceae) é uma espécie utilizada na medicina popular. O óleo essencial encontrado nas folhas e frutos possui diversas atividades biológicas. Os objetivos desse estudo foram descrever morfoanatomicamente a folha de T. trifolia, identificando caracteres que pudessem auxiliar na sua morfo-diagnose e avaliar a composição química do óleo essencial extraído por fase sólida, acoplada a CG/MS, das suas folhas. Trata-se de uma espécie subarbustiva, com ramos espinhosos e folhas trifolioladas. A lâmina foliar possui epiderme unisseriada, hipoestomática com estômatos anomocíticos. Há grande quantidade de cristais prismáticos bem evidentes nas células de diversas estruturas da folha. O mesofilo é dorsiventral, onde se observam cavidades secretoras de óleo essencial. O sistema vascular na nervura mediana possui a mesma conformação do pecíolo. A análise do óleo essencial da folha revelou a presença de diversos metabólitos, sendo sabineno e β-pineno os majoritários.


Referências

  1. The Plant List. Version 1.1. 2013. Disponível em: [http://www.theplantlist.org] [Acesso em: 18 nov. 2021].
  2. Pirani JR, Groppo M. Rutaceae. In: Lista de Espécies da Flora do Brasil. Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: [http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB212]. [Acesso em: 18 nov. 2021].
  3. Joly AB. Botânica: Introdução à Taxonomia Vegetal, 1ª ed.; Companhia Editora Nacional, SP, 1997.
  4. Abaul J, Phîlogene E, Bourgeois P, Poupat C, Ahond A, Potier P. Contribution à la Connaissance des Rutacées américaines: Étude des Feuilles de Triphasia trifolia. J Nat Prod. 1994; 57(6): 846-848. [https://doi.org/10.1021/np50108a028].
  5. Sackett TE. Furanoquinolines of the Rutaceae and their role in plant-lepidopteran interactions. 2000. Thesis Master of Science. Department of Botany, University of British Columbia, Vancouver, Canada. [file:///C:/Users/PC/Downloads/ubc_2000-0559.pdf].
  6. Solereder H. Systematic anatomy of the dicotyledons. Oxford: Claredon Press; 1908.
  7. Forzza RC, Leitman PM, Costa A, Carvalho AA, Peixoto AL, Walter BMT et al. Catálogo de plantas e fungos do Brasil. Vols. 1 e 2. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. 2010. ISBN 978-85-88742-43-7.
  8. IPNI [www.ipni.org]. [Acesso em: 25 set. 2021].
  9. Gurib-Fakim A, Sewraj MD, Narod F, Menut C. Aromatic plants of Mauritius: volatile constituents of the essential oils of Coleus aromaticus Benth., Triphasia trifolia (Burm.f.) and Eucalyptus kirtoniana F. Muell. J Essent Oil Res. 1995; 7(2): 215-218. [http://10.0.4.56/10412905.1995.9698504].
  10. Chopra RN et al . Glossary of Indian medicinal plants. New Delhi: CSI; 1956.
  11. Santos RP, Trevisan MTS, Silveira ER, Pessoa ODL, Melo VMM. Composição química e atividade biológica das folhas e frutos de Triphasia trifolia. Quím Nova. 2008; 31(1): 53-58. ISSN 1678-7064. [https://doi.org/10.1590/S0100-40422008000100011]. [Acesso em: 10 Out. 2021].
  12. Maciel MAM, Pinto AC, Veiga VF, Grynberg NF, Echevarria A. Plantas medicinais: a necessidade de estudos multidisciplinares. Quím Nova. 2002; 25(3): 429-438. ISSN 1678-7064. [https://doi.org/10.1590/S0100-40422002000300016]. [Acesso em: 10 Out. 2021].
  13. Martins AG, Rosário DL, Barros MN, Jardim MAG. Levantamento etnobotânico de plantas medicinais, alimentares e tóxicas da Ilha do Combu, Município de Belém, Estado do Pará, Brasil. Rev Bras Farmacog. João Pessoa. 2005; 86(1): 21-30. [https://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/184].
  14. Iniyavan M, Sangeetha D, Saravanan S, Parimelazhagan T. Evaluation of antioxidant and pharmacological properties of Psychotria nilgiriensis Deb & Gang. Food Sci Biotechnol. 2012; 21: 1421–1431. [https://doi.org/10.1007/s10068-012-0187-x].
  15. Lopes LTA, Paula JR, Tresvenzol LMF, Bara MT, Fiuza TS. Estudo anatômico e análise da composição química do óleo essencial da Citrus limettioides Tanaka. 1-15. [http://www.sbpcnet.org.br/livro/63ra/conpeex/pibic/trabalhos/LARISSA_.PDF]. [Acesso em: 14 mar. 2022].
  16. Santos DL, Pereira TCL, Ferreira HD, Tresvenzol LMF, Ferri PH, Paula JR et al. Estudo da anatomia foliar e caulinar e análise dos constituintes químicos dos óleos essenciais das folhas e cascas dos frutos de Citrus medica L. Eletronic J Pharm. 2016; 13(3): 229-247. [Acesso em: 14 mar. 2022].
  17. Santos DL, Ferreira HD, Paula JR, Sá S, Ferri PH, Fiuza TS. Estudo morfo-anatômico de Hortia oreadica e análise da composição química dos óleos essenciais das folhas, flores e frutos. Fronteiras: J Social Technol Environ Sci. 2020; 9(2): 328-347. [Acesso em: 14 mar. 2022]. [http://dx.doi.org/10.21664/2238-8869.2020v9i2.p328-347].
  18. Souza A, Mourão KSM, Souza LA. Morfologia e anatomia do fruto e da semente em desenvolvimento de Pilocarpus pennatifolius Lem. (Rutaceae). Rev Bras Bot. 2005; 28(4): 745-754. [Acesso em: 14 mar. 2022].
  19. Kraus JE, Arduin M. Manual básico de métodos em morfologia vegetal. Seropédica/RJ. Editora Universidade Rural; 1997.
  20. Johansen DA. Plant microtechnique. New York: McGrawHill Book; 1940.
  21. Bukatsch F. Azul de Astra e Safranina. In: Kraus J, Arduin M. (Eds.). Manual Básico de Métodos em Morfologia Vegetal. Edur, Seropédica, Rio de Janeiro, p. 26. 1972.
  22. Tholl D, Boland W, Hansel A, Loreto F, Roese U, Schnitzler JP. Practical approaches to plant volatile analysis. Plant J Cell Molec Biol. 2006; 45: 540-60. [http://10.0.4.87/j.1365-313X.2005.02612.x].
  23. Pirani JR. (coord.). Rutaceae In: Wanderley MGL, Shepherd GJ, Giulietti MAM, Bittrich TS, Kameyama VC. (eds.). Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. Instituto de Botânica, São Paulo. 2002; 2: 281-308.
  24. Abdullah S, Taha RM, Hasbullah NA, Mohamed N, Elias H, Haron NW. Tissue Culture, Anatomical and morphological studies of Triphasia trifolia (Burm.f.) P. Wilson. Acta Horticulturae. 2008; 111-118.. [http://dx.doi.org/10.17660/ActaHortic.2013.975.11]. [cited 2021 Oct 1]
  25. Oliveira F. Akisue G. Akisue MK. Farmacognosia. Ed. Atheneu, São Paulo/ Rio de Janeiro, 412 p. 1991.
  26. Esau K. Anatomia das plantas com sementes. São Paulo, Edgard Blücher, 1974, 1976. reimpressão. 293 p. Ilust.
  27. Pino JÁ, Marbot R, Fuentes V. Aromatic plants from Western Cuba. VI Composition of the Leaf Oils of Murraya exotica L., Amyris balsamifera L., Severinia buxifolia (Poir.) Ten. and Triphasia trifolia (Burm. f.) P. Wilson. J Essential Oil Res. 2006; 18(1): 24-28. [http://dx.doi.org/10.1080/10412905.2006.9699376].
  28. Campelo LML, Sá CG, Feitosa CM, Sousa GF, Freitas RM. Constituintes químicos e estudos toxicológicos do óleo essencial extraído das folhas de Citrus limon Burn. (Rutaceae). Rev Bras Pl Med. 2013; 15(4 suppl. 1): 708-716. [Acesso em: 10 Out. 2021]. [https://doi.org/10.1590/S1516-05722013000500011].
  29. Barrera CAC, Parra J, Súarez LEC. Caracterización quimica del aceite esencial e identificación preliminar de metabolitos secundários de la especie Raputia heptaphylla (Rutaceae). Rev Elem. 2014; 4(4): 31-39. e-ISSN 2248-5252. [https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5085372].

Downloads

Não há dados estatísticos.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)