Projeto Beth Bruno: nas comunidades da Amazônia, a união do saber popular e das práticas integrativas e complementares

Chammas, , L. P. H.

Luciana Prado Hadid Chammas

Instituto Healing (Projeto Beth Bruno), Rua Joaquim Nabuco , N° 47 Conj. 137, Brooklin Paulista, CEP 04621-000, São Paulo, SP, Brasil.

Possui graduação em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989). Atualmente é diretora - Blossom Educação em Terapias Integrativas, atuando principalmente nos seguintes temas: florais de bach, terapia floral, edward bach, florais e naturologia.


Palavras-chave

Beth Bruno Project
PICS
Popular knowledge
Training
Projeto Beth Bruno
PICS
Saber popular
Capacitação

Resumo

O Projeto Beth Bruno nasceu em Santarém, no Pará, em 2010, com o propósito de capacitar lideranças comunitárias, como cuidadores (terapeutas naturalistas) e agentes multiplicadores de saúde, para que pudessem cuidar de suas comunidades, utilizando como recursos as práticas integrativas e complementares. Desde então, este Projeto vem beneficiando uma população composta por pessoas de comunidades de baixa renda da periferia das cidades e moradores da zona rural, normalmente famílias que trabalham em locais distantes dos grandes centros. A proximidade da floresta, com sua força e presença marcantes, deu a essa população características próprias. Uma delas é o uso das plantas nas diferentes demandas do cotidiano: na alimentação, nos remédios naturais, na produção artesanal de utensílios domésticos e na criação de bijuterias. O meio ambiente, por sua vez, também desempenhou um papel importante na formação daquela sociedade e de seus costumes. O Projeto Beth Bruno contempla, hoje, comunidades de outras regiões do estado do Pará, e de outros estados como: Maranhão, Piauí e Roraima.


Referências

  1. World Health Organization-WHO. Traditional Medicine Strategy 2002-2005. Genebra: WHO, 2002.
  2. BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Medicina Natural e Práticas Complementares. Brasília, 2010.
  3. BRASIL. Ministério da Saúde. As Cartas da Promoção da Saúde. Brasília, 2002.
  4. Barnard J. Coletânea de Escritos de Edward Bach. São Paulo: Editora Blossom, 2ª edição, 2018.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2020 Revista Fitos